MP dá parecer favorável à manutenção do acordo anterior

O Ministério Público deu parecer pela manutenção de todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) do setor têxtil de Brusque e região. A decisão integra processo que tramita no Judiciário em regime de Dissídio Coletivo, quando a justiça decide o impasse entre empregados e patrões. A negociação teve início em maio do ano passado e permanece indefinida depois que os trabalhadores não aceitaram a proposta da classe patronal de reduzir o adicional noturno de 38% para 20%, entre outros pontos.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Têxteis de Brusque e região (Sintrafite), Anibal Boettger, com o parecer do MP, a decisão da justiça é uma questão de tempo. Com isso e com eventual decisão em favor por parte da justiça, tudo o que estava acertado na CCT expirada no ano passado fica mantida.

O presidente do Sintrafite afirma que todos os percentuais de reajustes que não foram aplicados pelas empresas na época terão de ser feitos quando a decisão sair, se esta for favorável aos empregados. Inclusive dos que acabaram demitidos nesse período e hoje estão em outras áreas ou empresas.

Entenda o impasse

A negociação coletiva de trabalho é feita entre entidades que representam os empregados, no caso dos têxteis o Sintrafite, e dos empresários, o Sifitec (Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem). Com a Reforma Trabalhista, os acordos coletivos ganharam maior poder, ultrapassando, inclusive, a legislação federal.

O impasse entre Sintrafite e Sifitec teve início quando a comissão empresarial apresentou proposta de reajuste abaixo do pretendido pelos empregados, bem como propôs reduzir o adicional para quem trabalha no noturno da noite de 38% para 20%. A legislação federal diz que o percentual deve ser de 20%, mas o percentual maior vinha sendo acordado entre as partes na CCT do setor de Brusque há mais de três décadas.

A CCT do setor atinge mais de 20 mil empregados na região de Brusque.

Dúvidas ou Sugestões

Prefeitura reinicia pavimentação na avenida Sete de Setembro

Desde a quarta-feira (30), a Prefeitura de Brusque, por meio do Departamento Geral de Infraestrutura (DGI), deu reinício às obras de recapeamento asfáltico de mais um trecho da rua Sete de Setembro, no bairro Santa Rita. Conforme a diretora do DGI, Andréa Volkmann, os trabalhos da empresa licitada, neste primeiro dia, se concentraram na fresagem da via, para nivelamento do asfalto que será colocado. Já nesta quinta (31), foram adiantados...
Continuar lendo...

Caminhão derrama óleo na rua dos Imigrantes

Na manhã desta quinta-feira (7) por volta das 10h08 o Corpo de Bombeiros se deslocou até a rua dos Imigrantes em Guabiruba para limpar a pista, na qual tinha muito óleo que havia sido derramado por um caminhão.  No local foi usado serragem por aproximadamente 400 metros, espalhando a mesma nos locais afetados na pista para evitar acidentes. Os agentes permaneceram no local até que a pista estivesse segura aos motoristas. Foto Bombeiros
Continuar lendo...

Bombeiros controlam incêndio em filtro de fiação, no Limoeiro

O Corpo de Bombeiros de Brusque recebeu um chamado às 23h46 desta quarta-feira (23) para atender uma ocorrência de incêndio, na rua Itajaí, bairro Limoeiro. O sinistro ocorreu na Fiação Votex, empresa com cerca de 5 mil metros quadrados. No local, foi constatado incêndio no filtro de uma das máquinas de secagem do algodão que fica em uma área de cerca de 80 metros quadrados. Os funcionários da empresa, através...
Continuar lendo...