Motorista portador de deficiência é preso por ameaça e desacato

Uma guarnição da Polícia Militar estava em rondas neste domingo (20), por volta das 13h30, quando se deparou com um veículo Fiat Uno Mille, a qual os policiais tinham informações de que seu condutor estaria traficando na cidade. Ao tentar fazer a abordagem,  motorista não atendeu a ordem de parada e empreendeu fuga, colocando em risco a vida de outros motoristas e pedestres.

O suspeito só parou em frente a sua residência, no bairro Souza Cruz, bastante alterado com os policiais ele proferiu palavras de baixo calão. Segundo o relatório da PM, o condutor chegou a dizer que “vocês só são homens quando estão usando essa farda seus merdas, não são homens de verdade”. O motorista, que é portador de deficiência, ainda se recusou a colocar as mãos na cabeça e dizendo que os policiais não iriam revistar o veículo, sendo necessário o uso progressivo de força para conter o autor que estava exaltado.

O motorista, que não estava com a habilitação em ordem, a todo o momento ficou se valendo da condição de deficiente físico para intimidar a guarnição e ao chegar à delegacia de Polícia a guarnição, ao abrir a porta de trás onde o mesmo se encontrava detido, recebeu outro chute do autor. Os PMs ofereceram a ele as muletas para se locomover, mas o mesmo recusou e  entrou no prédio da DP se arrastando, sem que fosse algemado.

O motorista abordado ainda ameaçou os policiais dizendo que “gravou muito bem o seu nome”, em tom de ameaça. Por último, cabe salientar que após revista veicular foi  constatado que o cidadão estava em posse de uma compra efetuada num supermercado da cidade e por saber que o suspeito possui diversas passagens, sendo uma delas por furto, a guarnição resolveu conferir a nota do mercado onde todos os produtos estavam cadastrados e pagos e somente uma carne, picanha, no valor de R$ 90,00 não estava na nota.

Ao ser questionado sobre isso, ele relatou que quem efetuou sua compra foi uma mulher e não ele. A guarnição entrou em contato com o supermercado local que se prontificou a averiguar a procedência da carne.

Por fim, o veículo Fiat Uno foi removido devido às infrações de trânsito e os demais procedimentos de trânsito foram realizados e o motorista foi encaminhado para Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

ATUALIZADA AS 9h

Na delegacia, o motorista confirmou que empreendeu fuga por encontrar-se com pendências administrativas em seu veículo. Em despacho, o delegado plantonista determinou que fosse instaurado um TC (Termo Circunstanciado) em face do desacato, tendo em vista que não fora constatado o crime de furto, visto qe não houve testemunhas. 

Dúvidas ou Sugestões

Homem é vítima de ferimento de faca no braço

Um homem de 35 anos foi atendido pela guarnição do Corpo de Bombeiros com ferimento de faca no braço esquerdo. O fato ocorreu por volta das 19h desta terça-feira (14), na rua Afonso Belli, bairro Limoeiro.Os Bombeiros encontraram o homem consciente e sinais vitais estáveis. Foi feito curativo e o braço foi imobilizado com tala de papelão. Ele foi encaminhado para o hospital de Azambuja. Atualizado as 7h: Segundo informações da...
Continuar lendo...

SC tem mais de 10 casos por dia de violência sexual

Santa Catarina registra uma média de mais de 3,8 mil notificações de violência sexual contra crianças e adolescentes por ano, o que equivale a mais de 10 ocorrências por dia. De acordo com o Diagnóstico da Realidade Social da Criança e do Adolescente, publicado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Estado de Santa Catarina no ano passado, são 2,3 casos a cada mil habitantes de zero a 17 anos. A fim...
Continuar lendo...

Homem é preso por tráfico no Santa Terezinha

Ontem segunda-feira (29), por volta das 23h37 uma guarnição da polícia militar em rondas na rua Dorval Luz, no bairro Santa Terezinha, abordou um veículo em atitude suspeita. Após buscas veicular foi encontrado aproximadamente 100 gramas de substância semelhante à maconha. Indagado sobre a procedência da droga, o homem relatou que no interior de sua residência teria uma quantidade ainda maior. Ato contínuo, a...
Continuar lendo...