Seguro-desemprego é reajustado em 3,43%

O empregado demitido sem justa causa terá o seguro-desemprego corrigido em 3,43%, correspondente à inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) no ano passado, informou hoje (18) o Ministério da Economia.

A parcela máxima passará de R$ 1.677,74 para R$ 1.735,29. A mínima, que acompanha o valor do salário mínimo, foi reajustada de R$ 954 para R$ 998. Os novos valores serão pagos para as parcelas emitidas a partir de 11 de janeiro e para os novos benefícios.

Atualmente, o trabalhador dispensado sem justa causa pode receber de três a cinco parcelas do seguro-desemprego conforme o tempo trabalhado e o número de pedidos do benefício. A parcela é calculada com base na média das três últimas remunerações do trabalhador antes da demissão. Caso o trabalhador tenha ficado menos que três meses no emprego, o cálculo segue a média do salário em dois meses ou em apenas um mês, dependendo do caso.

Quem ganhava mais que R$ 2.551,96 recebe o valor máximo de R$ 1.735,29. Quem ganha até R$ 1.531,02 tem direito a 80% do salário médio ou ao salário mínimo, prevalecendo o maior valor. Para remunerações de R$ 1.531,03 a R$ 2.551,96, o seguro-desemprego corresponde a R$ 1.224,82 mais 50% do que exceder R$ 1.531,02.

O beneficiário não pode exercer atividade remunerada, informal ou formal, enquanto recebe o seguro. O trabalhador é obrigado a devolver as parcelas recebidas indevidamente, caso saque o benefício e tenha alguma ocupação.

O trabalhador demitido pode pedir o seguro-desemprego pela internet, no portal Emprega Brasil. É necessário ter em mãos as guias entregues pelo ex-empregador ao homologar a demissão, o termo de rescisão, a carteira de trabalho, o extrato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), a identificação do Programa de Integração Social (PIS) ou do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e documento de identificação com foto.

Dúvidas ou Sugestões

Novo incêndio e ninguém quis apontar o proprietário do terreno

Mais um incêndio em vegetação foi registrado na cidade de Brusque. A ocorrência, desta vez, aconteceu no final da tarde de ontem, quinta-feira (28), por volta das 17 horas, no bairro Ponta Russa. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o trabalho durou cerca de 40 minutos para conter as chamas. O terreno, com cerca de 40 mil metros quadrados, teve cinco mil deles consumidos pelo fogo. Como as chamas ainda estavam no início, não...
Continuar lendo...

Tiro de Guerra arrecada mais de 1,8 mil peças em campanha do agasalho

Os atiradores do Tiro de Guerra 05-005 de Brusque realizaram campanha de arrecadação de agasalhos. No total, foram angariadas mais de 1,8 mil peças de roupas, cobertores e calçados, com apoio dos amigos do TG e da comunidade brusquense.  As peças arrecadadas foram selecionadas e entregues à Secretaria de Assistência Social e Habitação, que fará a distribuição para famílias em situação...
Continuar lendo...

Casal e criança são encontrados mortos em apartamento

Três pessoas foram encontradas mortas dentro de um apartamento, no final da manhã desta quarta-feira (6), em Chapecó. A ocorrência foi registrada na Avenida São Pedro, no bairro Pinheirinho. A Polícia Militar esteve no local, assim como a Polícia Civil e IGP (Instituto Geral de Perícias). Trata-se de um casal e uma criança de três anos. Pelo menos uma testemunha disse que escutou disparos por volta de 5h30. Durante a...
Continuar lendo...