Negociações marcam o primeiro dia de Pronegócio

Iniciou nesta segunda-feira (14), no Pavilhão da Fenarreco, a 48ª Pronegócio, realizada pela Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr), em parceria com o Sebrae/SC. A expectativa é que mais de um milhão de peças da coleção Inverno 2019 sejam comercializadas até sexta-feira, garantindo a produção nas indústrias de Brusque e região.

Ao todo, 200 segmentos participam do evento, através da moda feminina, masculina e infantil. Mais de 300 empresas lojistas são esperadas, o que significa a movimentação de 800 compradores vindos de todo o Brasil.

“A avaliação deste primeiro dia é a mais positiva possível. Em 2018 realizamos três edições da Pronegócio no Clube Santos Dumont, devido a um problema estrutural no Pavilhão de Fenarreco. Agora, retornamos para o Pavilhão e com a novidade de um novo layout”, afirma o presidente da AmpeBr, Ademir José Jorge.

Desde a abertura do evento, às 8h, a movimentação de clientes foi intensa nas áreas de showroom e nos boxes de negociação. “Estamos felizes com este primeiro resultado e, com certeza, vamos ultrapassar a edição de janeiro de 2018. O comprador veio com entusiasmo porque no ano passado não tivemos um inverno rigoroso, mas ele foi bastante prolongado. Por isso, os lojistas estão desfalcados de mercadoria e vão aproveitar esta oportunidade para abastecer o estoque”, salienta Ademir.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Fernando Pimentel esteve na 48ª Pronegócio, onde conheceu a estrutura da rodada, os produtos, conversou com fabricantes de Santa Catarina e compradores de diversas partes do país. Na oportunidade Pimentel destacou o modelo de negócios diferenciado que é a Pronegócio, bem como falou da importância do evento para a retomada da economia em 2019.

“O sucesso das rodadas da AmpeBr está mais do que consolidado, pois são 22 anos de história e esta é a sua 48ª edição. É um modelo muito interessante, democrático, onde os micro e pequenos empreendedores conseguem realizar negócios relevantes para as suas atividades empresariais, sendo que para alguns cerca de 80% do seu movimento anual advém da participação nas quatro edições da rodada. Estamos iniciando um ano com expectativas positivas para o desenvolvimento das atividades econômicas do país e ter uma edição Rodada agora, em janeiro, é um pontapé inicial, estimula ainda mais o setor têxtil, o que nos anima muito para que tenhamos uma visão mais favorável para a retomada dos negócios neste ano. Parabéns Brusque e a todos os realizadores e participantes da Pronegócio, que é um evento de muita competência, qualidade e bons resultados”, avalia.

Dúvidas ou Sugestões