Decreto de extinção das ADRs deve ficar pronto na próxima semana

Como parte da reforma administrativa do governo Moisés e Daniela, o decreto de desativação das Agências de Desenvolvimento Regional (ADR), foi encaminhado para a análise da Procuradoria Geral do Estado e deve ser publicado nos próximos dias.

A Secretaria de Administração ressalta que o objetivo é racionalizar os recursos públicos. Em função disso, nesta primeira etapa estão sendo extintos 132 cargos em comissão, distribuídos nas 20 ADRs. Ao final serão extintos mais 80 cargos comissionados.

Para garantir a continuidade dos serviços prestados à população, o decreto estabelece um prazo para o encerramento do processo de desativação das ADRs, e mantém uma equipe mínima composta por quatro gerentes.

Um grupo de coordenação está sendo criado para auxiliar o processo com a responsabilidade de monitorar e fiscalizar os trâmites. Um representante da Secretaria de Estado da Administração (SEA) coordenará os trabalhos

A partir do dia 1º de maio, as estruturas devem estar desativadas e as setoriais e entidades da administração direta devem assumir as competências de todas as ADRs desativadas, assim como seus bens. O governo afirma que o processo será de total de transparência.

Foto: Riomafra Mix/reprodução

Dúvidas ou Sugestões