Adolescente está desaparecido desde o dia 5 de janeiro

O adolescente Gleison Ferraz Roos, de 16 anos de idade, está desaparecido desde o último dia 5 de janeiro. O comunicado foi feito pelo avô dele na Delegacia de Polícia Civil de Brusque nesta quinta-feira (10).

De acordo com relato do avô, o menor sumiu durante a madrugada. Coincidentemente, o carro do homem também sumiu da residência, sendo alvo de furto segundo ele. Porém, o veículo foi localizado, mas o menor não.

Informações sobre o paradeiro do rapaz podem ser dadas à Polícia Civil, no telefone 181, ou à própria Militar, através do 190.

Esta não é a primeira vez que o menor desaperece. No final de 2017, um tio dele registrou boletim de ocorrência na Delegacia, dando conta de que o menor havia sumido. Ele foi localizado dias depois na cidade de Balneário Camboriú.

Dúvidas ou Sugestões

Dois casos importados de malária são registrados em Brusque

Dois casos de malária foram registrados em Brusque pela Secretaria de Saúde. As ocorrências são de pessoas que estiveram recentemente em estados do norte do Brasil. Com predominância na região Amazônica a doença não oferece risco a comunidade. A primeira ocorrência foi de uma usuária vinda de Belém (PA) com passagem também pela Guiana Francesa. Após ser diagnosticada e receber tratamento no Estado...
Continuar lendo...

Bruscão já disponibiliza o "Passe-Livre" para o torcedor

O Departamento de de Marketing do Brusque FC lançou nesta semana uma etapa do projeto “Sócio-torcedor” com o lançamento do pacote de ingressos para 2019. O chamado “Passe Livre” consiste na adesão de planos para facilitar a vida do torcedor, assegurando através de contribuições mensais, dependendo do pacote escolhido, ganhar descontos, brindes, entre outros benefícios, além de escapar das filas em dias de...
Continuar lendo...

Concessionária terá que provar inocência em acidente com mortes

O Tribunal de Justiça, em decisão monocrática proferida pelo desembargador Rodolfo Tridapalli, negou efeito suspensivo a uma decisão de primeiro grau que entendeu caber a uma concessionária de serviço público a obrigação de provar que não foi responsável por um acidente de trânsito com mortes numa rodovia do planalto norte do Estado. O motorista, que viajava com mais duas passageiras, foi surpreendido e chocou-se...
Continuar lendo...