Bolsonaro defende fim de corrupção e de vantagens

Logo após receber, às 17h,  a faixa presidencial de Michel Temer, o presidente Jair Bolsonaro discursou no parlatório do Palácio do Planalto, de frente  para o público que lotava a Praça dos três Poderes. Recepcionado aos gritos de "mito" e "o capitão chegou", Bolsonaro propôs a criação  de um "movimento para restabelecer padrões éticos e morais que transformarão nosso pais". Ele defendeu ainda que "a corrupção, os privilégios,as vantagens, os favores politizados, partidarizados" acabem e fiquem "no passado para que o governo e a economia sirvam de verdade para a nação".

"Não podemos deixar que ideologias nefastas venha a dividir os brasileiros. Ideologias que destroem nossos valores e tradições. Ideologias que destroem nossas famílias, alicerces da nossa sociedade. Convido a todos para iniciarmos um movimento neste sentido. Podemos eu, você e nossas famílias, todos juntos, restabelecer os padrões éticos e morais que transformarão nosso Brasil", afirmou.

A primeira frase do presidente para seus apoiadores  foi: "este momento não tem preço, servir a pátria como chefe do Executivo". Em seguida, prometeu "fazer o Brasil ocupar o lugar que merece no mundo e trazer paz e prosperidade para todos."  O momento mais aplaudido de seu discurso de improviso ocorreu logo em seguida, quando Bolsonaro proferiu a seguinte frase: "O  povo começou a se liberar do socialismo". E continuou: " Se libertar da inversão de valores, do gigantismo estatal e do politicamente correto", sendo novamente muito aplaudido. Bolsonaro concluiu esse trecho de sua fala dizendo que a eleição deu voz a quem não era ouvido e que a voz das ruas e das urnas foi muito clara.

Ele assegurou que fará as mudanças pleiteadas pela maioria,  respeitando os princípios do estado democrático e a Constituição. Bolsonaro destacou ter sido eleito "com a campanha mais barata da história" e voltou a prometer um "governo sem conchavos e sem acertos politicos". Disse que o "time de ministros" está qualificado para transformar o país, colocando os interesses dos brasileiros em primeiro lugar. Disse que esse era o "propósito inegociável" de seu governo.

Combate ao desemprego
Pela primeira vez, o presidente mencionou a necessidade de combater "o desemprego recorde" na economia. Ele defendeu que os brasileiros tenham direito a uma vida melhor e a um  governo honesto e eficiente, que não crie "pedágios e barreiras". Voltou a dizer que vai desburocratizar o Estado e  melhorar a infraestrutura do país. Bolsonaro reiterou que quer " acabar com ideologia que defende bandidos e criminaliza policiais".

Prometeu ainda  garantir "a segurança das pessoas de bem e do direito de propriedade e da legitima defesa" e avisou que a educação básica será priorizada. Ao finalizar seu discurso,  mostrou uma bandeira do Brasil e disse: "Eis a nossa bandeira que nunca será vermelha. Se for preciso (daremos) o nosso sangue para mantê-la verde e amarela."

Dúvidas ou Sugestões

Operação Ano Novo encerra sem registro de mortes

A Polícia Rodoviária Federal divulgou o balanço da Operação Ano Novo. O fato positivo para o começo deste 2019 é que o feriado terminou sem o registro de mortes nas rodovias federais que cortam o Estado. Conforme os dados foram registrados 110 acidentes, envolvendo 139 pessoas feridas entre sexta-feira (28) e terça-feira (01). Na equiparação com a passagem do ano de 2017 para 2018, os números foram menores. Naquele...
Continuar lendo...

Traficante de 26 anos é preso pela DIC e PPT no Azambuja

Na manhã desta terça-feira (15), policiais civis da DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Brusque em conjunto com policiais militares do PPT (Pelotão de Patrulhamento Tático) do 18º Batalhão de Polícia Militar receberam informações de que um homem estaria realizando o tráfico de drogas na rua Padre Antônio Eising no bairro Azambuja. De posse de tal informação, os policiais se...
Continuar lendo...

Criminoso furta moto em pleno dia e local movimentado

Uma motocicleta foi furtada na manhã de quinta-feira (170 No Bairro Santa Terezinha. Segundo relato feito pela vítima, uma mulher de 25 anos,  o crime teria ocorrido enquanto ela trabalhava. No relato, a mulher conta que deixou a Honda CG, placa MDX 9689, de Brusque, estacionada nas proximidades de um dos centrso comerciais pelas 9h. Ao meio-dia, quando retornou, notou que ela tinha desaparecido. Imagens de câmeras de monitoramento de uma loja próxima ao...
Continuar lendo...