Verão no Hemisfério Sul começa hoje à noite

O verão no Hemisfério Sul começa oficialmente às 20h22 de hoje (21) e vai até 20 de março de 2019. O período, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), se caracteriza pela elevação da temperatura e dias mais longos que as noites, além de mudanças rápidas nas condições de tempo, como chuva forte, queda de granizo, vento com intensidade variando de moderada a forte e descargas elétricas.

Nessa estação, segundo o Inmet, a chuva é frequente em praticamente todo o país, com exceção do extremo sul do Rio Grande do Sul, nordeste de Roraima e leste do Nordeste. Os maiores volumes de precipitação são esperados para o sudeste do Amazonas e o norte de Mato Grosso, entre os meses de dezembro e fevereiro.

“Devido às suas características climáticas, o verão é especialmente importante para atividades econômicas como a agropecuária, a geração de energia, por meio das hidrelétricas, e para a reposição hídrica e manutenção dos reservatórios de abastecimento de água em níveis satisfatórios”, informou o instituto.

Norte

Para o verão, os modelos climáticos indicam que a Região Norte deve apresentar forte variabilidade espacial na distribuição de chuva. Ela deve ficar acima da média no Tocantins, grande parte do Amapá e de Roraima, além do oeste e sul do Pará e sul do Acre e Rondônia. No Amazonas, a chuva fica ligeiramente abaixo do normal, com exceção apenas do leste do estado.

“É importante destacar que, com o fenômeno El Niño confirmado no verão, sua atuação ficará mais concentrada na parte norte, com tendência de redução da chuva e elevação da temperatura em relação à média”, destacou o Inmet.

Nordeste

A previsão do modelo estatístico do Inmet para o verão na Região Nordeste indica predomínio de áreas com maior probabilidade de chuva acima da média na Bahia, do litoral de Alagoas até o Rio Grande do Norte e no sul do Piauí e do Maranhão. Nas demais áreas, a chuva deve ficar próxima à média ou ligeiramente abaixo durante a estação. A temperatura estará mais elevada no Maranhão, centro e sul do Piauí, sul do Ceará e no oeste de Pernambuco.

Centro-Oeste

A previsão para o verão no Centro-Oeste indica alta probabilidade de a chuva ocorrer de normal a ligeiramente acima do normal em grande parte da região, exceto no sul de Mato Grosso do Sul, onde ela será mais próxima à média, ou ligeiramente abaixo. A temperatura prevista deve ficar acima da média, especialmente em Mato Grosso do Sul, no norte de Mato Grosso e sul de Goiás.

Sudeste

A previsão nos próximos três meses para a Região Sudeste é de chuva variando de normal a ligeiramente acima do normal em grande parte de Minas Gerais, no centro-norte do Espírito Santo e no centro de São Paulo. No Rio de Janeiro, a chuva deve ficar ligeiramente abaixo do normal.

“Porém, vale destacar que a ocorrência de tempestade (chuva e ventos fortes que podem ser acompanhadas de granizo) é normal durante o verão na Região Sudeste e não está descartada”, alertou o instituto.

Sul

Com a configuração do fenômeno El Niño durante o verão, o modelo estatístico do Inmet prevê chuva ligeiramente acima do normal no sul, centro e oeste do Rio Grande do Sul, leste de Santa Catarina e norte do Paraná. Nas demais áreas, a chuva deve variar dentro da faixa normal ou ligeiramente abaixo. A temperatura fica um pouco acima da média em praticamente toda a região; a exceção é apenas o sul do Rio Grande do Sul, onde  pode ficar dentro da normalidade.

Dúvidas ou Sugestões

Em 2019 Brusque terá apenas dois pontos facultativos

A Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Comunicação Social (SECOM), informa que foi publicado no Diário Oficial dos Municípios de Santa Catarina (DOM/SC) desta quarta-feira (13) o decreto de número 8308/2019. A matéria dispõe sobre os feriados e pontos facultativos no município, durante o transcorrer do ano de 2019. Como ocorre em todos os anos, as atividades consideradas essenciais e indispensáveis aos serviços...
Continuar lendo...

Defesa Civil registra 10 deslizamentos em Brusque em 24 horas

No início da tarde desta segunda-feira (18) a Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil de Brusque realizou mais um balanço sobre a situação das chuvas no município e tranquilizou a população sobre o risco de enchentes. Brusque contabilizou, nas últimas 24 horas, 10 deslizamentos, uma queda de árvore e cinco pontos de alagamentos mais críticos. O bairro Limeira Alta recebeu o maior acúmulo de água,...
Continuar lendo...

Vereador manifesta seu apoio na retirada de árvores com risco de queda na rodoviária

Na Sessão desta terça-feira (28), na Camara de Vereadores,  o vereador Jean Pirola (PP), manifestou sua preocupação referente aos coqueiros plantados próximo ao terminal Rodoviário de Brusque  que estão podres.  O vereador disse que algumas pessoas denunciaram que a Prefeitura estaria arrancando árvores no terminal,  quando na verdade trata-se de uma necessidade pois aquilo que foi arrancado estava colocando em risco a segurança de pessoas e veículos próximos.  O vereador...
Continuar lendo...