Ari Vequi descarta ida para o PSL

O vice-prefeito de Brusque e prefeito em exercício, Ari Vequi, descartou a ida para o PSL (Partido Social Liberal). A informação de que ele cogitava aceitar convite feito pela direção local da legenda circulou nos últimos dias pelos bastidores da política brusquense.

Em entrevista à Rádio Cidade nesta quarta-feira (19), Vequi afirmou que tem várias décadas de militância do MDB (antigo PMDB) e que isso não deve mudar tão cedo.

“Em nenhum momento imagino deixar o PMDB. Tenho uma história de mais de 30 anos e não há motivo para deixar isso”, frisou ele.

Segundo Vequi, o MDB de Santa Catarina é diferenciado da legenda em nível nacional. Principalmente porque não acoberta ou defende membros que estão envolvidos em corrupção.

“Aqueles que devem para a justiça têm que pagar. Desde o presidente da República, ao presidente do partido. Somos diferentes de outro partido, o qual você sabe do que estamos falando, que mesmo tendo condenados, as pessoas ficam fazendo sua defesa”, cutucou ele.

Dúvidas ou Sugestões