Reunião discutirá nova lei dos taxistas de Brusque

Uma reunião na tarde desta quinta-feira (6), na Câmara Municipal, vai debater a nova lei dos taxistas de Brusque. O encontro acontece a partir da 15h e terá presenças de uma comissão formada por taxistas, membros da Secretaria de Trânsito e Mobilidade (Setram) e vereadores.

O presidente do Sindicato dos Taxistas de Brusque, Modesto Bertoldi, disse em entrevista à Rádio Cidade esta manhã, no programa Rádio Revista Cidade, que a lei que permite ao profissionais atuarem expirou faz dez anos. A nova legislação, que está em fase de elaboração, no entanto, é formada por 49 artigos, dos quais, 28 deles não tem a concordância dos taxistas.

Entre elas está a que exige que o taxista esteja no ponto disponível oito horas por dia.

“Hoje em dia, todo mundo tem celular e você pode ser chamado de qualquer lugar da cidade”.

A compra de carros novos também é um problema. Segundo o presidente dos taxistas, dos cerca de 70 taxistas atualmente, só dez têm condições de adquirir os veículos devido ao preço elevado.

Outras regras são a que impõe que exista apenas um motorista no táxi, que teria de trabalhar 24 horas por dia, sete dias por semana, além de taxímetro biométrico. Este último, segundo Bertoldi, é tem custo muito elevado para se implantar.

“Eles não têm condições nem de pagar a prestação”.

Dúvidas ou Sugestões