“Foi um desabafo, no momento, dentro de um grupo privado"

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Brusque (Sintimmmeb), José Isaias Vechi, esteve na Rádio Cidade esta manhã e falou acerca dos desdobramentos da polêmica envolvendo um áudio no qual ele comenta ações de apoiadores do então presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) na cidade de Brusque. Tudo por conta de uma palestra em apoio ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) realizada nas dependências da entidade sindical em outubro.

Vechi disse que foi procurado por membros do Partido da Causa Operária (PCO) de Blumenau para que cedesse o auditório do sindicato à realização do evento, sem nenhuma ligação com o Sintimmmeb. Após comunicado e convite publicados no site da entidade e na página da mesma no Facebook, houve reação de eleitores e apoiadores de Bolsonaro contra o ato.

“Isso foi numa quarta-feira. Quando foi na quinta-feira, recebi ligação no sindicato em que o cara me chamava de inseto, que gente da minha raça deveria ser varrida do planeta, xingando minha família”, frisou ele.

O presidente do Sintimmeb afirma que o espaço é cedido a  qualquer órgão ou entidade que solicite, tal qual Prefeitura e partidos políticos que já utilizaram do mesmo.

As retaliações teriam partido para amaças físicas e de morte, o que motivaram registro de Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.

Segundo Vechi, o áudio em que utiliza palavras ofensiva foi publicado em um grupo de amigos, mas acabou seno vazado e tornou-se público, gerando toda a animosidade. Com a repercussão, ele pediu desculpas e reconheceu o exagero de sua parte.

“Foi um desabafo, no momento, dentro de um grupo privado. (...) Não tenho nada contra. Sou brasileiro, sou cidadão que preza apela democracia. Tem mais uma coisa: quero que esse governo dê certo. Eu tinha uma opinião e fui voto vencido. É a democracia”, disse ele.

Ainda na entrevista, Vechi confirmou o que já se ventilava há meses. No final deste ano, ele deixa a presidência do Sintimmmeb. A saída não tem relação com o ocorrido e já estava decidida muito antes. Em seu lugar assume o vice-presidente, Eduardo de Souza.

Dúvidas ou Sugestões

Brusque FC entrega documentos para construção da Arena Havan

A Prefeitura de Brusque recebeu nos últimos dias toda a documentação de cinco entidades interessadas na cessão de terreno com contrapartida social para utilização de espaço do Complexo Chico Wehmuth, no bairro Bateas. Na tarde desta segunda-feira (29), o prefeito de Brusque, Jonas Oscar Paegle, ao lado do vice, Ari Vequi, recebeu o presidente do Brusque FC, Danilo Rezini, e o diretor, Marciano Giraldi, para dar prosseguimento ao interesse do...
Continuar lendo...

Veículo parado se envolve em dois acidentes na madrugada

Uma terrível coincidência foi registrada na madrugada desta segunda-feira (20) na rua Ludovico Merico, em frente ao número 351, onde estava estacionado um veículo Ford Ka de cor prata. As 3h50 ocorreu o primeiro acionamento, após o piloto de uma motocicleta Honda NXR 150 Bros, de cor vermelha, atingiu a traseira do veículo que estava estacionado. O piloto, de 20 anos de idade, foi encontrado orientado, deitado, com sinais vitais estáveis,...
Continuar lendo...

Prefeitura faz a entrega de dois veículos para o Lar Menino Deus

A Prefeitura de Brusque realizou a entrega de dois novos veículos para auxiliar nos trabalhos cotidianos do Lar Menino Deus. Os automóveis, com custo de R$ 50 mil, foram adquiridos através do Fundo Municipal de Assistência Social, com recursos oriundos por meio de emenda parlamentar do deputado federal Cézar Souza. Segundo a diretora administrativa do Lar Menino Deus, Helena Dias, os automóveis serão utilizados para os trabalhos cotidianos da...
Continuar lendo...