Nota de esclarecimento: PAC Nova Brasília

A Prefeitura de Brusque, por meio do Departamento Geral de Infraestrutura (DGI), vem a público informar que  estão sendo divulgadas mensagens e vídeos de que a obra de macrodrenagem da Bacia Nova Brasília será paralisada. Informamos que esta notícia não condiz com a realidade.

Ressaltamos que a empresa contratada finalizou a montagem referente à construção dos dois túneis da obra (um na rua Ivandro Bruns e outro na rua Osvaldo Niebuhr). Na sequência, foi iniciada a instalação das galerias na rua Osvaldo Niebuhr. 

Como a obra dessa bacia ficou paralisada por muitos anos, há uma série de ações técnicas preventivas que precisam ser tomadas para assegurar a sua durabilidade e bom funcionamento. Assim, o assentamento das galerias deve ser interrompido de modo provisório e preventivo, com o intuito de preservar todo o serviço executado pela empresa anterior.

Agora, a empresa Freedom, atual executora desta obra, irá iniciar uma série de serviços para assegurar o bom andamento da obra, como:  locação das galerias assentadas pela empresa anterior; inspeção para verificar o estado e inspeção dos dispositivos de drenagem, a fim de  assegurar que os mesmos estão com as inclinações corretas previstas em projeto. 

Como as galerias assentadas pela empresa anterior não possuíam conexão, ela está totalmente assoreada e cheia de água. Por isso, ainda não é possível  efetuar as conexões das galerias antigas com as novas, pois são necessários a execução de alguns serviços  no interior dos túneis de aço, como o revestimento dos mesmos com concreto armado. 

Paralelo a esses serviços, no próximo dia 17 de agosto será aberto os envelopes da reforma das travessias não destrutivas. Iniciada no ano de 2014, a empresa contratada na ocasião não possuía capacidade técnica necessária para a execução de serviço tão complexo. 

Até por este motivo, os mesmos cometeram uma série de equívocos que acabaram resultando em diversas patologias. Assim, a Prefeitura de Brusque optou em realizar um novo processo licitatório para a reforma da travessia não destrutiva, temendo que num futuro breve a mesma possa entrar em colapso, causando sérios prejuízos para a administração pública, para os moradores da região e para o cidadão que utiliza da rodovia Antônio Heil frequentemente.

Também gostaríamos de esclarecer que desde que a atual empresa executora reiniciou as obras de macrodrenagem na Bacia da Nova Brasília, a Prefeitura, juntamente com a construtora, vem realizando estudos e laudos para os reparos necessários na travessia não destrutiva, bem como notificando a antiga empresa que efetuasse essa intervenção. 

Após negativa de reparos da antiga empresa o DGI iniciou a elaboração do projeto de reforma da travessia não destrutiva, sendo que foram analisadas diversas soluções para que houvesse o menor impacto possível no andamento da obra.  Esta é uma obra complexa, com um nível de detalhamentos elevados e que demandou de um tempo estratégico, mas que não comprometeu o andamento da obra.
 
Informamos ainda que no dia 13 de agosto a empresa Freedom está autorizada a executar a pavimentação asfáltica do trecho onde as galerias pré-moldadas já estão prontas. 
A continuidade da obra está mantida. A empresa Freedom e a empresa que será contratada no próximo dia 17 irão executar os seguintes serviços:

Inspeção das galerias existentes;
Compactação de reaterro e pavimentação asfáltica;
Reforma de 25,00 metros da travessia não existente;
Após conclusão da reforma, será retomado o assentamento das galerias;
Execução de duas Caixas de Inspeção;
Execução da Drenagem da  Rua Joaquim Zucco;
Recapeamento Asfáltico da Rua Joaquim Zucco.

Por fim, informamos que a previsão de conclusão da obra está mantida para dezembro de 2018, salvo maiores imprevistos.

Dê sua opinião, antes leia os Termos de Uso
Dúvidas ou Sugestões