Nome da APAE Brusque é usado em cheque clonado

O presidente da APAE de Brusque, Sebastião Ernani Poia, esteve na Delegacia de Polícia para registrar que um cheque da entidade foi clonado, e uma pessoa tentou realizar compra em um supermercado com a folha adulterada. Ele foi avisado da situação através do estabelecimento em que a pessoa tentou passar o cheque.

Ao passar o cheque, o mesmo foi devolvido pelo banco por ser furtado ou adulterado, e por conta disso, não houve qualquer débito que prejudicasse a conta bancária da instituição. Os dados da devida folha de cheque foram encaminhados junto do boletim de ocorrência para investigação do fato.

A pessoa que utilizou a folha de cheque, uma mulher, comprou várias mercadorias no supermercado.

Dúvidas ou Sugestões

Indústria reage e Brusque fecha com saldo positivo em agosto

Segundo dados divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho, divulgados nesta quarta-feira (25), o município de Brusque fechou o mês de agosto com 219 vagas a mais de empregos criados com carteira assinada. No ano, o saldo também é positivo com 3006 vagas formais criadas.  Contribuíram positivamente no mês de agosto os setores da indústria de transformação com 142 vagas...
Continuar lendo...

Fies abre prazo para renovação de contratos firmados a partir de 2018

O prazo para os estudantes renovarem contratos do Novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ficará aberto até o dia 31 de agosto. O aditamento deve ser feito pela internet. Ao todo, 128 mil estudantes que contrataram o Fies a partir de janeiro de 2018 devem fazer o procedimento. De acordo com a Caixa Econômica Federal, uma das condições para o aditamento é estar com os pagamentos em dia. A não realização do aditamento por...
Continuar lendo...

Ex-secretário Regional de Brusque é condenado por fraude a licitação

O ex-Secretário de Desenvolvimento Regional de Brusque Jones Bósio e o ex-Gerente Regional de Cultura, Esporte e Turismo Carlos Arnoldo Queluz foram condenados a três anos em regime aberto e ao pagamento de multa no valor de 13 salários mínimos por fraude a licitação. A decisão, de 7 de agosto, atendeu a pedido da ação penal ajuizada pelo Promotor de Justiça Daniel Westphal Taylor. Em novembro de 2013, o então...
Continuar lendo...