Projeto ambiental da rede municipal de educação é apresentado a alemães

Na sequência da passagem da comitiva regional pelo distrito de Karlsruhe, a quinta-feira (19) foi marcada pela entrega de um projeto ambiental que envolve a secretaria de Educação. O projeto “Nossa Escola Nosso Lar” foi entregue oficialmente à coordenadora de projetos ambientais da Agência de Energia Ambiental Karlsruhe, Sabine Wein.

De acordo com a secretária de Educação, Eliani Aparecida Busnardo Buemo, o projeto já existe em Brusque desde a década de 1980, quando foi implantado na gestão do prefeito Celso Bonatelli, com o objetivo de embelezar as escolas. Agora ele foi reestruturado e apresentado com várias ações de sustentabilidade e preservação ambiental.

O projeto será realizado de maneira interdisciplinar, de acordo com a realidade escolar local. O objetivo é compreender as dimensões da complexidade ambiental para então desenvolver a consciência da defesa de todas as formas de vida. Em toda a rede municipal de ensino, quatro escolas de campo serão transformadas em referência para as demais.

Uma dessas escolas é a EEF Edith Gama Ramos, que fica no bairro Cedro Grande, chamada também de escola sementeira dentro do projeto. Lá estarão ações como pomar, horta, minhocário, composteira, orquidário, canteiro dos chás, ervas e temperos, produção de sabão líquido e em barra, captação de energia solar com garrafas pet, captação de água da chuva para a criação de peixes e hidroponia.

Outras escolas também receberão esses tipos de ambientes, além da criação de pequenos animais, caminhos da sensações, jardinagem e revitalização dos espaços internos e externos. Com esse trabalho, também se pretende criar um concurso com o mesmo nome do projeto.

Segundo a secretária, a expectativa é para que os alunos construam conhecimentos sobre a biodiversidade local, além da importância dos serviços ambientais dos ecossistemas para o desenvolvimento sustentável da região.

Projeto Sairinhas reconhecido

Durante a apresentação do projeto aos alemães, a comitiva brusquense também recebeu a apresentação da adaptação alemã do projeto Sairinhas, que foi compartilhado em 2017, na recente visita de representantes de Karlsruhe a Brusque. O projeto foi adaptado à realidade local, mas segue com o mesmo objetivo da ação brusquense, que é de formar uma consciência ambiental a partir dos alunos nas escolas.

Dúvidas ou Sugestões