Filha é condenada por usar dinheiro da mãe idosa

Após denunciada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), a filha de uma idosa de Balneário Camboriú foi condenada por movimentar a conta bancária da mãe em proveito próprio sem autorização. A cunhada e sócia da filha, que participou do crime previsto no Estatuto do Idoso, também foi condenada. As penas de prisão aplicadas a ambas foram substituídas por multas que somam R$ 9 mil e prestação de serviços comunitários.

A denúncia contra as duas rés foi apresentada pela 6ª promotoria de Justiça de Balneário Camboriú, com atuação na área da cidadania e da defesa dos direitos do idoso.

Na ação, o Promotor de Justiça Rosan da Rocha relata que a vítima contraiu um empréstimo cuja destinação seria parte para reformar sua casa e parte para ajudar a filha, que possuía uma padaria em sociedade com a cunhada.

Porém, de posse da senha bancária da idosa e sem qualquer autorização, a filha e a sócia realizaram diversas operações bancárias e deixaram apenas R$ 670,00 dos cerca de R$ 21 mil que a senhora de 63 anos de idade havia tomado emprestado.

O Promotor de Justiça sustentou, então, que as duas rés cometeram o crime previsto no art. 102 do Estatuto do Idoso - apropriar-se de ou desviar bens, proventos, pensão ou qualquer outro rendimento do idoso, dando-lhes aplicação diversa da de sua finalidade - cuja pena aplicada pode ser de um a quatro anos de reclusão e multa.

A ação do Ministério Público foi julgada procedente pelo juízo da 2ªVara Criminal da Comarca de Balneário Camboriú, sendo a filha da idosa condenada à pena de dois anos e sete meses de reclusão e sua sócia a um ano e 11 meses de reclusão, ambas em regime aberto. As penas de reclusão foram substituídas por prestação de serviços comunitários pelo mesmo período mais o pagamento, de forma solidária, de R$ 9 mil à idosa.

Cada uma das rés foi condenada, ainda, ao pagamento de 50 dias-multa, sendo cada dia-multa fixado no valor de 1/5 do salário-mínimo vigente em 2013, época dos fatos. A decisão é passível de recurso. Os nomes não foram divulgados para preservar a vítima.

Dúvidas ou Sugestões

Brusque define valores dos ingressos para 2020

Na manhã desta segunda-feira (13), Rogério Lana, diretor financeiro do Brusque Futebol Clube em entrevista ao programa Rádio Revista Cidade, informou que a diretoria do clube optou por promover alguns ajustes para que haja um controle maior especialmente na parte financeira, assim ele assumiu também a responsabilidade de controle de valores de transporte, despesas de hotelaria, material, e alimentação.   Em 2019, o controle ficou estabilizado,...
Continuar lendo...

Praticantes de airsoft simulam a Batalha de Ia Drang 

Neste sábado (22), os aficionados do airsoft comemoram a abertura do campo com a reprodução da Batalha de Ia Drang, na rua Ernesto Schroeder, bairro Limeira, a partir das 14h. Será a oportunidade de voltar no tempo e reviver as emoções de 14 de novembro de 1965, no Vale de Ia Drang, Vietnã do Sul. A organização é da Greenhawks Airsoft. Neste dia, há 53 anos, tropas norte vietnamitas e guerrilhas Vietcongs fortemente...
Continuar lendo...

Contas de luz continuam com tarifa mais alta em outubro

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou ontem (28) que vai manter a cobrança extra na conta de luz no patamar mais alto em outubro. Desde junho, as contas de luz estão na bandeira vermelha, patamar 2, o que acarreta cobrança extra de R$ 5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Segundo a agência, a cobrança será mantida porque ainda são desfavoráveis as condições hidrológicas e por...
Continuar lendo...