Carlos Renaux larga com empate no Catarinense Juniores

A estreia do Carlos Renaux no Campeonato Catarinense de Juniores da Série C, neste sábado (16), terminou com um empate sem gols diante do Porto. A partida disputada no estádio Augusto Bauer teve amplo domínio do Vovô, mas a equipe não conseguiu furar o bloqueio adversário e ficou no empate sem gols com o time de Porto União.

O próximo desafio do Vovô agora será no sábado (23), quando a equipe vai a Jaraguá do Sul, enfrentar o Jaraguá.

O JOGO

O primeiro tempo foi praticamente de um time só, mesmo assim, o Vovô não conseguiu abrir vantagem no marcador. Oportunidades não faltaram. Foram dez chances claras, contras apenas duas do time rival.

Em 10 minutos de bola rolando, a equipe já havia chegado três vezes com facilidade. A primeira delas já nos segundos iniciais, quando o camisa 7 Daniel bateu com precisão e a zaga tirou gol certo. Aos 3 minutos, o camisa 11 Leonardo chutou por cima, na segunda grande chance da equipe. Pouco depois, em dividida com o goleiro o atleta quase marcou.

O Vovô pressionava, mas o gol não saia. Aos 11 foi a vez do Porto chegar com perigo. A finalização foi na rede pelo lado de fora. Mas quem seguida dominando o jogo era a equipe da casa. O camisa 10 Rodrigo Cercal saiu na cara do goleiro Guilherme, que fez grande defesa e evitou o gol tricolor. Pouco antes, o atleta já havia mandando na rede pelo lado de fora.

Ainda antes do fim do primeiro tempo, a equipe perdeu boas oportunidades com Sérgio, duas vezes, e Leonardo, que chutou em cima do goleiro. Ao soar do apito da etapa inicial, o 0 a 0 prevaleceu no placar.

ETAPA FINAL
No segundo tempo, o técnico Taico promoveu mudanças na equipe, entre elas a entrada do atacante Gabriel, já na volta do intervalo. O time seguia melhor, mas ainda pecava na última bola. As principais oportunidades vinham nas bolas rasteiras cruzadas na área, mas faltava o último toque para desviar. No contragolpe, o adversário chegou a assustar, mas foi o Carlos Renaux que ainda perdeu mais uma chance incrível nos acréscimos da partida.

O time fez uma verdadeira blitz para cima do Porto, que chegou a ter 9 dos 11 jogadores dentro da grande área. Numa sequência de finalizações, a bola foi tirada pelo menos duas vezes praticamente em cima da linha, mas não entrou. Fim de jogo, Carlos Renaux 0x0 Porto.

Para o técnico Taico, a equipe não teve a intensidade desejada e por isso não conseguiu o triunfo. “No primeiro tempo fomos bem, conseguimos criar várias chances, mas no segundo ficou abaixo. Acabamos perdendo dois pontos que para nós eram importantes, mas futebol é isso aí. Vamos trabalhar agora para buscar a vitória em Jaraguá”, projeta.

Dúvidas ou Sugestões