Cidadão pode doar a pré-candidato via crowdfunding

As pessoas físicas que quiserem financiar com recursos próprios o pré-candidato de sua preferência à eleição deste ano podem fazê-lo a partir de hoje (15) via crowdfunding, também conhecido como “vaquinha virtual”.

A novidade foi regulamentada neste ano pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) após ter sido prevista pelo Congresso na minirreforma eleitoral de 2015. A vaquinha foi aprovada pelos parlamentares depois da proibição da doação de empresas para candidatos.

Os pré-candidatos poderão lançar páginas na internet para receber as doações, mas estão vetados de pedir votos diretamente, sob a pena de serem processados por campanha eleitoral antecipada.

Como doar

Para doar, o cidadão deve utilizar uma das empresas intermediadoras cadastradas no TSE. Até o momento 20 plataformas do tipo fizeram o cadastro. A lista completa pode ser encontrada no site do tribunal.

A depender da empresa que intermediará a transação, a doação poderá ser feita via boleto, cartão de crédito ou até mesmo dinheiro em espécie. Há um limite diário para a doação, de R$ 1064,10 por CPF, previsto pelo TSE como forma de prevenir fraudes.

O doador deve ficar atento às taxas administrativas que podem ser cobradas pelo serviço - desde um valor fixo a uma pequena porcentagem do valor doado.

Caso a pessoa física queira doar mais do que R$ 1064,10, isso deve ser feito por meio de outra modalidade de doação, diretamente à conta do pré-candidato ou do partido e exclusivamente via transferência bancária.

Em todos os casos, o cidadão deve observar o limite de doação de 10% da renda declarada à Receita Federal, previsto na legislação eleitoral. Caso doe mais do que isso, estará sujeito a multa no mesmo valor da quantia em excesso.

Todas as doações devem ser identificadas com o nome e CPF do doador. No recibo, devem constar ainda outras informações, como CNPJ do candidato, data e meio de pagamento da doação. O prazo limite para qualquer doação é a data da votação: 7 de outubro para o primeiro turno e 28 de outubro para o segundo turno.

Gastos

O pré-candidato que receber a doação via crowdfunding somente poderá gastar os recursos se tiver confirmada sua candidatura em convenção nacional do partido. Caso isso não aconteça, o dinheiro será devolvido aos doadores. A depender do contrato entre pré-candidato e plataforma de doação, as taxas administrativas podem não ser devolvidas.

Nos próximos meses, o candidato só poderá usar os recursos da vaquinha virtual para preparar sua campanha, como instalar comitês físicos, por exemplo.

Somente a partir de 16 de agosto, quando começa oficialmente a campanha eleitoral e os candidatos podem passar a pedir votos, o dinheiro poderá ser gasto em materiais impressos, realização de comícios e outros.

Dúvidas ou Sugestões

Setram conscientiza população sobre real função das travessias elevadas

O senso comum muitas vezes leva a população a pensar que as tradicionais travessias elevadas servem apenas como meros redutores de velocidade. Porém, de acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito e Mobilidade (Setram), a função deste importante aparato viário vai além de apenas fazerem os veículos automotores trafegarem de maneira mais lenta.  Conforme Valério Kosel, responsável pela pasta, é...
Continuar lendo...

PM prende jovem que venderia ecstasy em festa

Um jovem de 18 anos foi detido durante a madrugada deste domingo (2) suspeito de tráfico de drogas na cidade de São João Batista. O fato aconteceu durante uma abordagem da viatura do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) a uma motocicleta que era conduzida pelo suspeito. Na revista pessoal, veio a confirmação do crime. Ele carregava um pacote com cerca de 20 comprimidos de ecstasy, e quando foi questionado, o jovem afirmou que iria vender a...
Continuar lendo...

Havan lança outlet de luminárias

A Havan apresentou na manhã sexta-feira (13) o Outlet de Iluminação. Trata-se de um espaço com diversos produtos em parceria com a empresa Taschibra. São mais de cem itens diferentes em um espaço instalado dentro da unidade Brusque da rede. Juliana Nunes, gerente de compras da rede, afirma que a ideia surgiu como forma de incentivar o consumo dos itens na região. “A ideia foi trazer peças novas, alguns modelos que já...
Continuar lendo...