Tiro para abater porco termina com condução à DP

A Polícia Militar foi acionada no começo da manhã deste domingo (29) em um sítio perto da entrada da Unidade Prisional Avançada, no bairro Zantão, para atender a uma ocorrência de disparo de arma de fogo. O chamado aconteceu após alguém ouvir o disparo e ligar para o telefone de emergência da PM, 190.

Chegando ao local, os policiais conversaram com o proprietário do sítio, que liberou o acesso até a residência. Lá, encontraram um porco abatido com sinal de disparo de arma na cabeça. Após conversas com familiares, uma espingarda artesanal calibre .36 sem numeração e desgastada foi apresentada aos policiais, além de uma munição calibre .32.

Um rapaz de 23 anos, filho do dono do sítio, se apresentou como proprietário da espingarda, que seria herança de seu avô. Então, ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia, onde se reservou ao direito de falar em juízo. O delegado de plantão determinou a prisão em flagrante, com fiança estipulada em um salário mínimo. Esse valor foi pago e o conduzido responderá em liberdade ao crime de posse irregular de arma de fogo.

Dúvidas ou Sugestões