Manifesto na Praça Sesquicentenário pede prisão de Lula

Manifestantes liderados pelo movimento Vem Pra Rua realizaram na noite desta terça-feira (3) um protesto na Praça Sesquicentenário, em frente à Câmara Municipal, a prefeitura e o fórum de Brusque. A ação ocorreu em função do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal (STF), marcado para hoje, quarta-feira (4). O manifesto foi realizado em várias cidades do estado e do país.

Durante o ato, que reuniu em torno de cem pessoas, houve discursos contra a corrupção e o Partido dos Trabalhadores (PT). Um deles foi do empresário Luciano Hang, dono da Havan, que utilizou o microfone em vários momentos. Hang, inclusive, citou o fato de o ex-prefeito Paulo Eccel (PT) ter anunciado pré-candidatura a deputado estadual este ano, pedindo que nãos e vote nele.

A manifestação durou cerca de uma hora. Cartazes e bandeiras, incluindo uma coma  foto do juiz federal Sérgio Moro, foram penduradas pela praça e em um carro de som. Uma faixa colocada no semáforo pedia que os motorista que queriam, a prisão de Lula buzinassem. A faixa foi deixada pendurada no local depois do manifesto.

Dúvidas ou Sugestões