Homologado o tombamento de 57 imóveis históricos da Rota Nacional da Imigração em SC

Um total de 57 imóveis históricos e que integram o chamado Roteiro Nacional da Imigração em Santa Catarina estão oficialmente tombados como Patrimônios Culturais do Estado. O ato de homologação de tombamento foi assinado pelo governador Raimundo Colombo e publicado nesta semana pelo Diário Oficial do Estado. Os tombamentos foram propostos pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) já no ano passado, sendo as edificações, na sua maioria casarios germânicos, localizadas em sete municípios das regiões Norte e Vale do Itajaí.

Com essas novas inclusões, o número de imóveis tombados em Santa Catarina chega a 350 no total, um acréscimo de 20% - a relação completa está disponível no site www.fcc.sc.gov.br. Caberá à FCC adotar algumas medidas, como a inscrição das edificações no Livro do Tombo e notificar oficialmente os proprietários, as prefeituras envolvidas, o Ministério Público Estadual, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Santa Catarina (Iphan/SC) e os cartórios – estes terão que fazer a averbação dos tombamentos nas escrituras originais.

A cidade de Joinville lidera a lista com o maior número de bens tombados, totalizando 17, seguida por Indaial (10), São Bento do Sul (8), Jaraguá do Sul (6), Timbó (6), Blumenau (5) e Pomerode (5). Todo o trabalho foi liderado pela Diretoria de Preservação do Patrimônio Cultural da FCC. Os 57 imóveis recém-tombados estavam em processo de tombamento desde 2007 e agora caberá à fundação promover o acompanhamento e a fiscalização destes casarios para assegurar a sua integridade original.

O tombamento de bens materiais foi instituído por meio da Lei Estadual Nº 5.846, de 22 de dezembro de 1980, e que dispõe sobre a proteção do Patrimônio Cultural do Estado. “Trata-se de um trabalho contínuo em conhecer e diagnosticar a situação do patrimônio material já diagnosticado pelo Estado, como também estabelecer medidas mais efetivas de preservação”, destaca o presidente da FCC, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz.

Dúvidas ou Sugestões

Botuverá completa 57 anos neste domingo

A cidade de Botuverá comemora neste domingo (9) 57 anos de emancipação político-administrativa. As comemorações acontecem desde sexta-feira (7), quando ocorreu a abertura da 27 Festa Bergamasca, no Pavilhão da Igreja São José, no Centro. A data de aniversário do município remete ao ano de 1962, quando neste dia foi instalado, oficialmente, o município de Botuverá, até então pertencente a Brusque. Processo que teve início pouco mais de um mês antes, quando em 7 de maio a...
Continuar lendo...

Mulher fica ferida após queda de motocicleta

Neste domingo (27) por volta das 15h45 a guarnição dos Bombeiros foi acionada na Avenida Primeiro de Maio, no bairro Primeiro de Maio, em Brusque para atender uma queda de motocicleta. No local os Bombeiros encontraram a vítima, uma mulher de 32 anos, sentada, consciente, apresentando escoriações nos joelhos e relatando ter dor no ombro. Após avaliação eka foi conduzida ao Hospital de Azambuja para atendimento médico. Ela...
Continuar lendo...

Vítimas de violência sexual ganham serviço de saúde

A população brusquense passa a contar a partir desta terça-feira (29) com o SAVS (Serviço de Atendimento Integral às Pessoas em Situação de Violência Sexual). O programa foi lançado pela Secretaria Municipal de Saúde em um evento ocorrido no auditório da Uniasselvi e contou com  participação de todos órgãos envolvidos diretamente no assunto. O secretário de Saúde,...
Continuar lendo...