Pintor no banco de réus em Brusque

Um crime de tentativa de homicídio está em julgamento hoje, dia 21, pelo Tribunal do Júri Popular, no Fórum de Brusque. O pintor de paredes Carlos Roberto Vorgerau, de 34 é acusado de agredir a golpes de faca, pelas costas, o cunhado Luiz Paulo Mitterstein, de 39 anos. O crime foi por causa de desentendimentos na família, em setembro de 2003, no bairro Bateias. O réu só foi denunciado pela Promotoria de Justiça um ano depois e agora, julgado um recurso no Tribunal de Justiça, que manteve a decisão do juiz de Brusque. A sessão, que começou às oito e meia da manhã com o depoimento em plenário, da vítima, do réu e de quatro testemunhas arroladas pela defesa. O Promotor de Justiça, titular da 3ª Promotoria, Murilo Casemiro Mattos, atua na acusação e o advogado Rogério Ristow, fará a defesa.
Dúvidas ou Sugestões