Seca causa prejuízos na agricultura do Espírito Santo

Na sexta-feira (31) a previsão da chegada de uma frente fria ao litoral do Espírito Santo animou a população capixaba, uma vez que a região de Vitória, capital do estado de onde vinham as pedras de mármore para o Simpósio e para o parque das Esculturas de Brusque, assim como para o pórtico da cidade, tem registrando um considerável déficit de chuva desde março. Hoje, sábado, pode chover um pouco até no norte do Estado, onde a seca já causa prejuízos na agricultura. Porém, a chuva que ocorrer nestes próximos dias não vai reverter esta situação.

O volume ocorrido nos últimos meses no estado tem ficado sempre abaixo da média histórica. A última vez que o total de chuva superou a normal foi no mês de fevereiro, quando choveu 173 milímetros. Este mês de outubro está terminando com um total de chuva mais próximo da média. O acumulado até quinta-feira (30) esteve em torno de 109 milímetros, cerca de 14% abaixo da normal para o mês. A média para outubro é de 127 milímetros.

Enquanto isso, a prefeitura de Brusque insiste em afirmar que uma das causas do cancelamento de última hora da 8ª edição do Simpósio de Esculturas, foi o excesso de chuva nas pedreiras capixabas.

Dúvidas ou Sugestões