Ator Bruno de Luca é condenado por agredir funcionário de hotel em Floripa

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve a condenação em primeira instância contra o ator global Bruno Freitas Mantuano de Luca, conhecido como Bruno de Luca. Segundo a Polícia, o ator teria agredido o funcionário do Hotel Majestic, situado na avenida Beira-Mar Norte, na madrugada de 11 de novembro de 2009. A pena imposta foi uma indenização de R$ 15 mil.

Segundo os autos, o ator chegou ao local por volta das 5h, acompanhado de amigos, e subiu aos seus aposentos. Logo na sequência, surgiram diversas ligações para a portaria com reclamações de outros hóspedes sobre som alto e balbúrdia no apartamento onde o réu estava hospedado. Houve pedidos para que ele baixasse o volume e reduzisse os ruídos, sem resultado. O funcionário então informou que faria o registro do ocorrido no livro de hóspedes. O réu e uma amiga, neste momento, desceram até a recepção e, bastante alterados e aparentemente alcoolizados, acabaram por agredir física e verbalmente o recepcionista e seu colega.

Segundo o Jornal O estado de São Paulo, que publicou a reportagem sobre o assunto no sábado (8), Bruno de Luca estava acompanhado pela também atriz Livia Lemos, e teria xingado o recepcionista de ‘favelado’, ‘filho da puta’ e ‘vagabundo’. A atriz não foi apontada como ré, e nem chegou a ser arrolada como testemunha do caso.

Arrolados como testemunhas, funcionários do hotel disseram que Bruno e Lívia estavam ‘visivelmente alcoolizados’ e que a atriz ‘desferiu um soco no rosto do funcionário’. Um dos atendentes afirmou à Justiça que ‘Bruno dizia para’ o recepcionista: ‘Bate! Bate! Revida!’, querendo atiçá-lo a contragolpear Lívia Lemos depois de ter dado um soco na cara dele’.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do apresentador por e-mail, WhatsApp e telefone, mas não obteve resposDurante a confusão, várias pessoas aglomeraram-se na recepção para assistir à briga. Em sua defesa, o ator culpou o funcionário pela confusão ao sustentar que ele invadiu seu apartamento sem autorização. Minimizou o conflito e as ofensas ao garantir que estas foram mútuas. O desembargador Raulino Brüning, relator da apelação, considerou que as provas, tanto audiovisuais quanto testemunhais, demonstraram que as agressões não foram mútuas. Caberia ao réu, acrescentou, provar que os fatos ocorreram de forma distinta, o que não conseguiu.

“Assim, evidenciado o comportamento ofensivo do requerido, consubstanciado em graves agressões verbais, que foram presenciadas por diversas pessoas, é de se negar provimento ao seu apelo, mantendo intocada a sentença que o responsabilizou pelos xingamentos direcionados ao requerente”, anotou Brüning. Para elevar o valor da indenização, o relator valeu-se do raciocínio manifestado pelo magistrado que prolatou a sentença:

“O estado de etilidade do réu pode até explicar seu comportamento, mas não justifica sua conduta. A ninguém é dado embriagar-se e, neste estado de desorientação psiconeurossomática, fazer o que bem entende”, disse. A decisão da câmara foi unânime, mas ainda há possibilidade de recurso.

Dúvidas ou Sugestões

Sintricomb realiza palestras do Dia da Mulher em prol da Rede Feminina de Combate ao câncer

O Dia Internacional da Mulher está chegando. A data, comemorada em 8 de março, é o símbolo da luta feminina por sua consolidação na sociedade e, ao mesmo tempo, das conquistas obtidas através dos séculos. O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque e região (Sintricomb) realizará um evento alusivo à data na próxima quinta-feira. O ingresso...
Continuar lendo...

Havan fatura mais de R$10 bilhões e cresce 30% em 2020

A rede de lojas de departamento Havan encerrou 2020 com um faturamento de mais R$10 bilhões e crescimento de 30% no lucro líquido. O resultado gerencial ainda será submetido a auditoria. O saldo é equivalente ao registrado em 2019 e demonstra o sucesso das estratégias da varejista para enfrentar a crise econômica gerada na pandemia de covid-19. Como medidas para controle dos custos operacionais, manutenção dos empregos e...
Continuar lendo...

Guabiruba finaliza Natal Mágico com Presépio Vivo no dia 23

A Pelznickelplatz foi um evento de sucesso do Natal Mágico de Guabiruba. Ao todo foram mais de 17,3 mil pessoas que visitaram o local, dentre guabirubenses e turistas, que puderam conhecer de perto a tradição do famoso Papai-Noel-do-Mato, trazida pelos imigrantes alemães em 1860. Para finalizar a programação do Natal Mágico, o evento que se aproxima é o desfile do Presépio Vivo. Ele vai passar pelos bairros Guabiruba Sul e...
Continuar lendo...