OAB decide pedir impeachment de Temer

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu pedir o impeachment do presidente Michel Temer (PMDB). A decisão foi tomada na madrugada deste domingo (21), quando o órgão se reuniu extraordinariamente em Brasília. A deliberação obteve votos favoráveis de 25 dos 26 delegados do Conselho, formado por representantes das seccionais da Ordem no país. Santa Catarina foi um dos que votou a favor do pedido de saída do presidente da República.

A base para o pedido de impeachment de Temer, segundo a OAB, é que ele teria cometido crime de prevaricação ao não denunciar crimes que ouviu durante os pouco mais de 40 minutos em que esteve reunido com o empresário Joesley Batista, dono da JBS. A conversa foi gravada por Joesley e divulgada pelo Jornal O Globo na última semana.

O pedido de impeachment da Ordem será protocolado na próxima semana na Câmara Federal. Será a terceira vez que a entidade tomará este tipo de postura. Foi da Ordem dos Advogados do Brasil o pedido de impeachment que deu origem à cassação do mandato do ex-presidente Fernando Collor de Mello, em 1992. A OAB também solicitou formalmente a saída de Dilma Roussef, em 2015. A Ordem também avaliou pedidos semelhantes feitos nos governos de Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula d Silva, mas, em ambos, foi contra.

As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Dúvidas ou Sugestões