Luciano da Havan sugere projeto para Brusque na Série B do brasileiro em cinco a dez anos

Na tarde desta segunda-feira (24), no ato de entrega do troféu Havan do Campeonato Catarinense de 2017, o empresário Luciano Hang, sugeriu um projeto a longo prazo com outros empresários para o Brusque chegar a série B do Campeonato Brasileiro.

Hang citou a Chapecoense como exemplo de planejamento, e assim, buscar com estes empresários a possibilidade de fazer uma equipe forte que leve o nome da cidade, e sonhar com serie B do brasileiro. Esse projeto seria para cinco ou dez anos.

“Quem investe no Brusque não está só investindo para aparecer a sua marca, mas para ajudar a cidade. Para ajudar a marca da cidade a ficar mais reconhecida como uma cidade turística, uma cidade trabalhadora, uma cidade que exporta para o Brasil todo, confecção, cama, mesa e banho e vende os seus produtos”, disse Hang.

Estádio

Segundo Hang, primeiro o Brusque deve sonhar em disputar campeonatos fortes para trazer grandes volumes de torcedores, e buscar sócios torcedores. A partir disso, melhorar a estrutura do estádio Augusto Bauer, em parceria com o Clube Atlético Carlos Renaux, proprietário do estádio.

Para o empresário da Havan, uma reforma no atual estádio Augusto Bauer com o melhoramento na capacidade, com novas arquibancadas e passando para 10 mil pessoas, já seria o suficiente. “Depois a gente vai aumentando o estádio baseado nas conquistas que vamos ter”, disse.

Hang defende um novo estádio no momento em que o Brusque FC alcançar um estágio superior no cenário nacional. 

Dúvidas ou Sugestões