Brusque derrota Chapecoense com gol no final

Um jogo literalmente recheado de emoções no Estádio Augusto Bauer, na tarde deste sábado (11). Assim é possível classificar a vitória do Brusque sobre a Chapecoense por 2 a 1, pela 5ª rodada do Catarinense. Ricardo Lobo e Eliomar marcaram os gols da terceira vitória do time no campeonato.

A partida começou totalmente aberta, com a Chapecoense arriscando bastante, e ameaçando por várias vezes a meta do goleiro Rodolpho. Porém, a melhor chance criada antes da abertura do placar foi do Brusque. Aos 25 minutos, Leílson fez bela jogada e encontrou Ricardo Lobo, que ajeitou e da entrada da área chutou no canto esquerdo de Elias, que havia entrado após a expulsão do goleiro Artur Moraes.

Depois do gol, o Brusque foi atrás da manutenção da vantagem no placar. E o controle do jogo foi punido, quando em um cruzamento, a bola pegou na mão do estreante João Carlos, e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Wellington Paulista deslocou Rodolpho e levou o jogo empatado para o intervalo.

No segundo tempo, a Chapecoense foi tomando a iniciativa e buscando a virada no marcador. E outra vez, a bola bateu na mão de um atleta do Brusque dentro da grande área, em Mineiro. Porém, Wellington Paulista tentou deslocar Rodolpho e acabou acertando a trave, para delírio do torcedor.

Dentro da partida mais uma vez, o Brusque apostou as últimas fichas na partida em busca da vitória. E aos 49 minutos, Leílson lançou Carlos Alberto, que tocou na medida para Eliomar completar para o fundo das redes e decretar a terceira vitória do Brusque no torneio. O time neste momento ocupa vice-liderança do Catarinense, com nove pontos. O próximo compromisso do Brusque será contra o Remo, na quinta-feira (16), pela Copa do Brasil.

Ficha Técnica

Brusque: Rodolpho, João Carlos (Pedrinho, depois Michel Douglas), Cleyton, Neguete e Willian, Mineiro, Carlos Alberto, Leílson e Assis (Eliomar); Belusso e Ricardo Lobo. Técnico: Pingo.

Chapecoense: Artur Moraes, Zeballos, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Amaral, Luiz Neném (Elias), Andrei Girotto e Nadson (Túlio de Melo); Rossi (Martinuccio) e Wellington Paulista. Técnico: Vagner Mancini.

Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Carlos Felipe Schmidt e Elen Carolin Portal Sieglitz.

Cartões Amarelos: João Carlos e Ricardo Lobo (Brusque); Zeballos e Wellington Paulista (Chapecoense).

Cartão Vermelho: Artur Moraes (Chapecoense).

Gols: Ricardo Lobo e Eliomar (Brusque); Wellington Paulista (Chapecoense).

Dúvidas ou Sugestões