Ciro Marcial Roza pede exoneração do cargo

Ciro Marcial Roza apresentou na tarde desta sexta-feira (10), carta direcionada ao prefeito Jonas Oscar Paegle, pedindo a exoneração do cargo de chefe de gabinete.

Na carta o ex-prefeito justifica sua saída "O motivo de fazê-lo se fundamenta na necessidade de não deixar nenhum espaço para que a ação persecutória movida contra minha pessoa venha a atingir o Governo Municipal de Brusque”.

Roza ainda desabafa  “destilam a maldade por verem contrariados seus interesses inconfessáveis pela soberania popular.”

A exoneração apresentada é em caráter irrevogável. Ele termina dizendo “não nos é necessário ocupar nenhum cargo para podermos contribuir com o desenvolvimento da nossa amada Brusque. Assim estivemos e estaremos sempre à disposição para colaborar com o Governo Municipal para fazer o melhor por nossa gente”.

A decisão tomada pelo ex-prefeito ocorreu um dia após a Justiça Federal de Brusque pedir o afastamento dele do cargo de chefe de gabinete.

Acima está a carta de exoneração de Ciro Roza apresentada ao prefeito Jonas.

 

Dúvidas ou Sugestões