Ministério da Saúde libera R$ 54 milhões para fábricas de vacinas do Butantan

O Ministério da Saúde assinou hoje (8) convênio para liberação de R$ 54 milhões para a produção de quatro vacinas no Instituto Butantan. Os recursos serão utilizados na aquisição de equipamentos nas fábricas responsáveis pelos imunizantes contra difteria, tétano, coqueluche e hepatite B.

A modernização das unidades de produção atende a exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Devido à resolução anterior editada pela agência, a atividade nas fábricas estava interrompida desde 2011.

Segundo o diretor do Butantan, Jorge Kalil, a vacina contra a coqueluche, que está sendo desenvolvida no instituto, é mais eficiente do que as disponíveis atualmente. Ele disse que na Europa e nos Estados Unidos é usada a vacina acelular, que utiliza apenas algumas das proteínas que compõe a bactéria que causa a doença. Porém, no Brasil é usado todo o microrganismo. “Nós entendemos que a bactéria inteira é que promove maior proteção na vacina. Só que ela é tóxica em adultos”, disse.

A redução da toxidade da bactéria para diminuir os efeitos colaterais da imunização é o principal avanço do produto desenvolvido pelo instituto. “Vamos precisar da fábrica para fazer os últimos testes clínicos", afirmou o diretor, sobre a importância do dinheiro liberado hoje.

Migrações

Segundo Kalil, a coqueluche é uma doença que reapareceu em diversos países com as recentes migrações. “Essas ondas migratórias que estamos tendo na Europa faz com que esse pessoal traga doenças que estavam extintas na Europa e nos Estados Unidos”, enfatizou.

Esse fluxo de pessoas e consequente trânsito de microrganismos é uma preocupação do governo brasileiro. “Cada vez mais, a imigração que acontece entre vários países vai necessitar de mais e mais vacinas. Nós queremos estar preparados para abastecer o nosso mercado e, também, para sermos exportadores de vacinas para todo o mundo”, ressaltou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Para o ano que vem, Barros disse que a intenção é aumentar a cobertura da imunização contra gripe. “Nós estamos ampliando de 60 milhões para 80 milhões de doses da vacina de influenzapara 2018 e, evidentemente, haverá uma ampliação do público a ser coberto por essa vacinação”, destacou, sem adiantar quais serão os grupos que vão receber a vacina a partir do próximo ano.

Em relação à febre amarela, o ministro disse que foram disponibilizadas 10 milhões de doses extras da vacina contra a doença, além do que é oferecido normalmente para o calendário anual de vacinação. “A vacina da febre amarela, que está sendo produzida em escala máxima de produção, para que, eventualmente, em uma necessidade, nós possamos ter disponível”, acrescentou.

Na região da Zona da Mata mineira, onde, segundo Barros, está um dos principais focos da doença, 90% dos residentes já foram imunizados.

Dúvidas ou Sugestões

Semana começa com sol e temperaturas altas

Sol durante a manhã, com aumento de nuvens ao longo do dia nesta segunda-feira (14) na cidade de Brusque, bem como em municípios vizinhos. A previsão é dos meteorologistas da Epagri/Ciram, que apontam possibilidade de pancadas de chuva entre a tarde e a noite. A temperatura mínima será de 21 e máxima de 34 graus. Nas demais áreas de Santa Catarina, presença de sol com aumento de nuvens e pancadas de chuva com trovoada à...
Continuar lendo...

Mulher sofre ferimentos graves após agressão de ex-marido

A Polícia Militar foi acionada perto das 19h de sexta-feira (22) para atender a um caso de violência doméstica no bairro Bateas. No local, os policiais foram informados de que uma mulher de 49 anos foi agredida por seu ex-companheiro de 55 anos, fato que teria acontecido com uma barra de ferro. De acordo com as informações colhidas através do boletim de ocorrência e do relatório de ocorrência da Polícia Militar, a mulher...
Continuar lendo...

Veículo sai da pista e bate contra muro na rodovia

Por volta das 13h50min desta terça-feira (26) aconteceu um acidente de trânsito na Rodovia Antonio Heil, região do Bairro Limoeiro, perímetro de Itajaí, na divisa com Brusque. O motorista de um veículo Audi, com placas de Garopaba, saiu da pista e bateu contra o muro de uma residência. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conduziu a vítima com ferimentos até o pronto socorro do hospital de Azambuja, em Brusque. Não há informações sobre a identidade dele e o estado de saúde.
Continuar lendo...