Encontro em São João Batista, define formação da Associação dos pioneiros da imigração italiana

Neste domingo (27), aconteceu a primeira reunião que definiu ações para a fundação da Associação dos Descendentes e Amigos do Núcleo Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil. O primeiro encontro contou com a presença 33 descendentes e outras lideranças, no salão de festas da Igreja São José de Colônia (Nova Itália) em São João Batista.

O objetivo da reunião foi formar uma organização que agregue os descendentes dos pioneiros Italianos no Brasil, mais os membros da comunidade de Colônia. A nova organização marca a instalação no local, em 1836, do primeiro núcleo de italianos em terras brasileiras, a Colônia Nova Itália, fundada por 132 imigrantes católicos do Reino da Sardenha, precursor do Reino de Itália.

Ao abrir o encontro, o historiador Paulo Vendelino Kons ressaltou que a fundação da Associação, uma organização da Sociedade Civil sem fins econômicos, ampliará “o resgate e a preservação da história, da cultura e da fé trazida pelos imigrantes italianos pioneiros no Brasil, além de maior integração entre descendentes e amigos da comunidade de Colônia”.

Foi criada a primeira diretoria provisória e também indicado um grupo de trabalho (GT), que vai agir em várias frentes, para em março de 2017 criar em definitivo uma diretoria.

Como presidente foi escolhido o memorialista da comunidade, José Sardo (Saulo), vice-presidente foi eleita Maria Lucinéa Peixer. As professoras Rosana Sardo Kreusch e Elizete Peixer, foram escolhidas respectivamente primeira e segunda secretárias.

O Grupo de Trabalho (GT) de Comunicação e Relações Institucionais foi constituído pelos jornalistas Marcia Peixe Vargas e Dirlei Silva e pelo professor de língua italiana Juliano Martins Mazzola.

Já o Grupo de Trabalho (GT) encarregado de elaborar o projeto de Estatuto Social da Associação é integrado pelos advogados Wander Valério Vieira e Danielle Mariel Heil, com a assessoria do historiador Paulo Vendelino Kons.

José Sardo (Saulo), presidente da diretoria provisória, ressaltou que esse trabalho vai servir muito mais para as futuras gerações do que para ele. “A gente lutou muito para que isso acontecesse, e hoje estou sentindo que vai acontecer”, assegurou. 

Dúvidas ou Sugestões

Casal brusquense morre em acidente no Paraná

Por volta das 13h30 desta quinta-feira (25) ocorreu um acidente na BR-277, em Campo Largo, envolvendo quatro caminhões e três veículos. Um caminhão carregado de milho perdeu o freio e atingiu outros três caminhões e três veículos que estavam parados sobre a via, aguardando a liberação num trecho em obras. Um funcionário indicava que era preciso reduzir a velocidade, mas foi em vão. O caminhão sem freios...
Continuar lendo...

A partir do dia 19 Uniasselvi poderá estar atendendo na Vila Schlösser

O primeiro empreendimento da Vila Schlösser poderá já estar com data definida para o seu funcionamento. Trata-se da Faculdade Uniasselvi, que a partir do dia 19 de fevereiro poderá estar atendendo neste novo espaço na Av. Getúlio Vargas. Os trabalhos estão bem adiantados, e com possibilidade de que a estrutura já estaria preparada para conseguir atender aos formandos. Professores da faculdade já teriam comentado com...
Continuar lendo...

Torres “organizar e estruturar a GTB”

O ex-delegado de Polícia Civil de Brusque, Alonso Moro Torres, que aceitou o convite do executivo municipal e no mês de junho assumiu o cargo de diretor da Secretaria de Trânsito e Mobilidade de Brusque (Setram) em entrevista ao programa Fim de Tarde, com Deivis da Silva, disse que o seu principal objetivo neste seu novo desafio é organizar e estruturar a Guarda de Trânsito de Brusque (GTB). Nestas primeiras semanas de atuação à frente da...
Continuar lendo...