Dupla é condenada a 14 anos cada por homicídio

A Vara Criminal de Brusque divulgou na tarde desta segunda-feira (21) o resultado do julgamento de Antônio Carlos Barbosa dos Santos e Everildo Moura Santos, realizado na sexta-feira (18). O júri popular dos dois durou cerca de seis horas e terminou com a condenação da dupla pelo assassinato de Ronaldo Wilgrey Souza.

Tanto Antônio como Everildo foram condenados a 14 anos de reclusão cada pelo assassinato, ocorrido no começo de abril deste ano. Também foi negado aos réus o direito de recorrer em liberdade, ou seja, eles continuarão presos na Unidade Prisional Avançada (UPA).

Antônio e Everildo também serão responsáveis pelo pagamento das custas processuais, metade cada um, em no máximo 10 dias da publicação da sentença.

Relembre o caso

Segundo informações da polícia militar, a vitima dirigia um GM/Celta  placas de Brusque, cor prata, pelo rodovia, quando foi arremessado uma pedra contra o para-brisa do veículo, o motorista perdeu o controle e bateu no poste no acostamento da via, na entrada da rua que tem acesso ao CT do Brusque F.C.

Testemunhas disseram à polícia que após bater com o carro, Ronaldo saiu correndo de dentro do veículo. Ele foi perseguido por duas pessoas em uma moto, e entrou em uma estrada que tem acesso a uma residência, onde foi morto com golpes de faca.

O proprietário da residência ouviu o barulho de uma moto, saindo da casa, quando foi verificar o que aconteceu percebeu um corpo atrás da casa. A polícia quando chegou ao local, encontrou a vítima caída dentro de uma pequena vala, sem sinais vitais.

Dúvidas ou Sugestões