Júri Popular condena homicida a 14 anos de reclusão

Submetido nesta sexta-feira, dia 14, a julgamento perante o Conselho de Sentença do Tribunal do Júri Popular da Comarca de Brusque, o réu  Elias Kreuch, 50 anos, foi condenado a 14 anos de prisão, em regime fechado. Os jurados não acataram as teses de legítima defesa própria, da honra e também deixou de atender a proposta de desqualificação do homicídio. O réu matou com cinco tiros Luiz Paulinho de Souza, 51 anos, por suspeitar que o mesmo tinha algum relacionamento com sua ex-mulher. O crime foi em agosto do ano passado, no bairro Bateias, em Brusque. Os advogados de defesa, Aloir José Konopka e José Tragino da Silva, vão analisar se é possível recorrer da sentença. O julgamento começou às oito e meia da manhã e só terminou por volta de sete horas da noite. 

Dúvidas ou Sugestões