Governo vai recorrer para derrubar liminar

O Ministério das Cidades vai entrar com pedido de suspensão da liminar que torna sem efeito a Lei do Farol Baixo. A Advocacia-Geral da União foi notificada hoje (2) do teor da decisão, proferida pela Justiça Federal no Distrito Federal, que determinou a suspensão da aplicação de multas referentes à lei.

A Lei do Farol Baixo obrigava condutores de todo o país a acender o farol do veículo durante o dia em rodovias. Na decisão, o juiz Renato Borelli, da 20ª Vara Federal em Brasília, entendeu que os condutores não podem ser punidos pela falta de sinalização sobre a localização exata das rodovias.

 A consultoria jurídica do Ministério das Cidades, juntamente com a Procuradoria Regional da União-1ª Região, promete apresentar na próxima semana ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região pedido de suspensão de liminar, para que a lei volte a vigorar. O entendimento dos dois órgãos é de que a liminar não leva em consideração o bem coletivo e a segurança no trânsito. 

 

Dúvidas ou Sugestões

Princípio de incêndio pode ter ocorrido em tomada de luz

Na madrugada desta terça-feira (5), por volta das 3h12min o Corpo de Bombeiros de Brusque foi acionado para atender uma ocorrência na rua Guilherme Kormann, bairro Souza Cruz, no loteamento Bruschal. Tratava-se de um incêndio em residência unifamiliar e chegando ao local foi confirmada a ocorrência e o proprietário já havia controlado o incêndio, que começou na tomada da geladeira e devido a elevada temperatura e fumaça veio a...
Continuar lendo...

Administração do Azambuja apresenta balanço dos primeiros meses

A direção do hospital de Azambuja apresentou esta manhã à imprensa um balanço dos dois primeiros meses deste ano da gestão da unidade. Depois de realizar em torno de 200% a mais de no ano de 2018 em relação a 2017, a unidade pretende colocar o pé no freio nos próximos meses. De acordo com o admistrador do hospital, Evandro Roza, em 2017, o hospital realizou investimento na ordem de R$ 792.737,75 mil. No ano seguinte, o...
Continuar lendo...

Treinadores assinam convênio do Bolsa-Técnico com a Prefeitura

Profissionais que comandam diversas modalidades esportivas de Brusque assinaram nesta terça-feira (21) o convênio que concede aos treinadores o benefício do Bolsa-Técnico. O pagamento do vencimento era uma ambição dos profissionais que desenvolvem o esporte de base na cidade. São 26 vagas para quatro categorias de projetos desenvolvidos. A prefeitura pagará a cada um deles valores que vão de R$ 600 a R$ 2,4...
Continuar lendo...