São João Batista quer continuidade das obras com a Múltiplos

O assessor jurídico de gabinete da prefeitura de São João Batista, Jeyson Puel, informou que virá a Brusque para tratar no Fórum sobre o caso em que as empresas Múltiplos Serviços e Obras e Triângulo, Engenharia, Consultoria e Treinamento Eireli são acusadas de causar danos aos cofres públicos por fraudarem diversos procedimentos licitatórios no Estado.

E atendendo a pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), as empresas investigadas estão com as atividades interditadas, liminarmente, e proibidas de prestar serviços ou fornecer materiais a qualquer ente público de Santa Catarina.

O assessor jurídico da prefeitura argumenta que o município de São João Batista não é parte no processo. O seu objetivo em Brusque é reivindicar que as obras que estão sendo executadas em São João Batista pelas empresas investigadas não sejam paralisadas, pois o prejuízo que isso poderá acarretar aos cidadãos do município e à economia da cidade seria grande.

 

Dúvidas ou Sugestões