Jovem é apreendido após furto de celular

Uma mulher teve seu celular roubado na noite de quinta-feira (26), por volta das 23h em Brusque.

Segundo informações da Polícia Militar, a mulher transitava pela rua Maximiliano Barowsky quando foi abordada por dois homens. Um deles a empurrou enquanto o outro pegou seu celular. Em seguida, os dois fugiram a pé.

Uma guarnição da PM localizou na rua Azambuja um adolescente de 17 anos que foi reconhecido pela vítima como sendo o homem que a havia empurrado.

Diante dos fotos ele foi apreendido e conduzido a Delegacia de Polícia Civil para as providencias cabíveis, sendo que o segundo masculino, bem como o aparelho de telefone, ainda não foram localizados.

Dúvidas ou Sugestões

Ampe Brusque participa de homenagem na Câmara dos Deputados

O presidente da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr), Ademir José Jorge, e os diretores da entidade, Luiz Carlos Rosin e Francisco Maffezzoli, estiveram na última semana em Brasília, onde integraram a comitiva catarinense da Federação das Associações das Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Fampesc). Na oportunidade eles estiveram na Câmara dos Deputados, no Plenário...
Continuar lendo...

Brusque goleia Operário e segue na liderança da Copa SC

Na tarde deste sábado (22), o Brusque Futebol Clube precisou de apenas 45 minutos para golear o Operário, em Itaiópolis, e conseguir a segunda vitória na Copa Santa Catarina. No placar final, Bruscão 5 a 0 com gols de Luiz Beltrame, duas vezes, Safira, Eliomar e Jefferson Renan marcaram os gols. A tarde era quente no Estádio 16 de abril, e o Brusque tinha dificuldades para encerrar as jogadas com os chutes. Porém, a hora que conseguiu criar e...
Continuar lendo...

Foi condenado a prisão, mas deputado está nos EUA

O deputado federal catarinense, João Rodrigues (PSD), que está em Orlando, nos Estados Unidos, e só retornará ao Brasil nesta sexta-feira (9) se disse injustiçado pela decisão do Supremo Tribunal Federal em que através de votação dos cinco ministros da 1ª turma do STF decidiram manter por quatro votos a um a condenação e prisão do deputado. Rodrigues se disse injustiçado e julgado como bode...
Continuar lendo...