Mais de 250 CNHs podem ser suspensas ou cassadas

O delegado regional interino de Polícia Civil, Márcio Collato, confirmou que de janeiro a julho deste ano cerca de 250 processos foram instaurados junto ao Ciretran pedindo a cassação ou suspensão do direito de dirigir. Os dados foram obtidos em levantamento feito pela equipe de reportagem da Rádio Cidade junto à delegacia regional.

Segundo apontam os números, 105 motoristas tiveram o direito de dirigir suspenso, enquanto para outros quatro as habilitações foram definitivamente cassadas. "São números bastante expressivos e acreditamos que eles irão triplicar até o final do ano" explica o delegado Collato.

O policial enfatiza ainda que os dados são fruto da agilidade com que as autoridades estão encaminhando dos processos. O mês de julho foi o que apresentou o maior índice de procedimentos. Foram julgados 30 recursos de infração, instaurados 80 processos administrativos de suspensão do direito de dirigir e 60 condutores penalizados com a suspensão temporária da habilitação.

Um processo que envolve apreensão, julgamento e possível suspensão ou cassação de uma CNH pode levar até 60 dias, ou mais, para ser concluído. Segundo o delegado regional, isso se deve à necessidade de juntar toda a documentação relativa ao processo, além do direito constitucional que todo motorista tem de se defender.

Dúvidas ou Sugestões