Ladrões condenados após 38 dias do crime

A agilidade com que a Justiça atua em Brusque deveria servir de exemplo para todas as comarcas do Brasil. Ontem (1º), o juiz da Vara Criminal, Infância e Juventude da Comarca, Edemar Leopoldo Schlosser, publicou a sentença que condenou Claudiney Martins de Souza, vulgo "Polaco", ao cumprimento da pena de 5 anos, 8 meses e 22 dias de reclusão, em regime fechado. O comparsa Osmair da Silva, vulgo "Neguinho ou Brinco", foi condenado a 6 anos, 9 meses e 3 dias de reclusão, também em regime fechado.

Segundo ficou apurado nos autos encaminhados pela Polícia Civil, no final da manhã do dia 23 de junho passado, Osmair e Claudiney invadiram uma das empresas concessionárias do transporte coletivo da cidade. Naquela oportunidade, utilizando-se de uma arma de fogo da marca Taurus, calibre 38, os marginais anunciaram o assalto e roubaram 11 folhas de cheque que totalizaram R$ 68.243,59, além de diversos passes de ônibus e mais R$ 10.104,00 em dinheiro.

Os criminosos, que foram detidos em flagrante por policiais militares no dia do assalto, permanecem recolhidos no presídio de Tijucas, onde cumprirão as penas sentenciadas pelo Juiz Edemar.

Dúvidas ou Sugestões