Ministro libera R$ 1,3 milhão para saneamento em Brusque

Brusque terá R$ 1,3 milhão para elaborar projeto de saneamento básico no município. O recurso é oriundo do Ministério das Cidades e deve estar nos cofres da prefeitura antes do final do ano. A assinatura para liberação do montante foi feita na manhã desta quinta-feira (23), em Blumenau, com a presença do ministro Gilberto Kassab, do governador Raimundo Colombo, deputados federais e estaduais, secretários de estado e prefeitos, entre eles o de Brusque, Roberto Pedro Prudêncio Neto.

O ato lotou o auditório da prefeitura de Blumenau. Cercado por elogios de todos lados, Kassab reiterou as vezes em que esteve no estado e os recursos que a pasta sob seu comando já destinou. À Rádio Cidade, o ministro falou que o montante destinado pelo ministério das Cidades tem o objetivo de auxiliar na melhora das condições de mobilidade urbana. “São recursos importantes para apoiar a melhoria na infraestrutura das cidades e, no caso de Brusque, ajudará a elaborar projeto para que tenhamos o tratamento de esgoto sendo realizado na cidade”, pontuou ele.

Kassab destacou que os pleitos das cidades catarinenses têm tido atenção especial no Ministério das Cidades. A liberação dos montantes ocorre dentro das possibilidades e das necessidades dos municípios, baseado nos projetos que apresentam ao governo federal. “Destinamos o recurso possível. Esperamos pode trazer mais, em especial no campo da infraestrutura. É um estado que precisa dessas parcerias, bem como seus municípios”, reiterou.

O governador Raimundo Colombo também lembrou o fato de Brusque não ter um quilômetro sequer de tratamento de esgoto. Para ele, o investimento em saneamento básico é algo necessário e que tem reflexo imediato na qualidade de vida da população e na prevenção da saúde. O primeiro passo é ter projeto para, depois, poder acessar os recursos necessários para a implantação do serviço. “Cidades que não têm saneamento básico, esgoto tratado, têm indicadores muito ruins. Nós, de Santa Catarina, estamos avançando muito e Brusque vai dar um passo gigantesco com a execução desse programa”, disse ele à Rádio Cidade na ocasião da assinatura de liberação do recurso.

O prefeito interino de Brusque, Roberto Pedro Prudêncio Neto, afirmou que o montante destinado pelo Ministério das Cidades deve estar nas contas da prefeitura em torno de dois meses. “Há uma tramitação interna, rápida, e, depois da liberação, faremos a licitação esse projeto do esgotamento sanitário. O processo será analisado pelos nossos técnicos de Brusque que dirão qual o será o melhor caminho”, destacou.

Segundo ele, com o projeto pronto, a prefeitura poderá pleitear mais recursos para, aí sim, dar início ao trabalho efetivo de execução do saneamento básico. “Com o projeto pronto, para a implantação será necessário outro projeto, de valor ainda maior. Só que necessitamos deste primeiro para viabilizar a implantação. Com estas etapas prontas conseguiremos buscar mais recursos no próprio Ministério das idades”, frisou Prudêncio Neto.

O ato de assinatura da liberação de recursos para o projeto de saneamento em Brusque foi parte da destinação de montante maior que vai contemplar nove cidades catarinenses. Ao todo, o Ministério das Cidades liberará cerca de R$ 58 milhões. Pavimentação, transporte e saneamento estão entre os destinos dos recursos. Blumenau, com R$ 10 milhões para obras de asfaltamento e pavimentação de ruas, e Florianópolis, com R$ 36,1 milhões para a implantação de corredores de ônibus, foram as cidades contempladas com as maiores quantias.

Ainda sobre saneamento básico, Kassab disse em Blumenau que o Ministério das Cidades vai trabalhar na liberação de valores maiores para o estado. A começar por Joinville, com cerca de R$ 200 milhões. “Eu e o governador Colombo conversamos e decidimos começar por Joinville, como forma de homenagear o ex-prefeito daquela cidade, ex-governador e senador recém falecido ,Luiz Henrique da Silveira”, disse em discurso.

Dúvidas ou Sugestões