Senai discute futuras parcerias com a Apae

Na manhã de sexta-feira (26), a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque recebeu a visita do diretor do Senai da cidade, José Vanderlei Cardoso. Esta foi a primeira visita do diretor à entidade e teve como objetivo conhecer a estrutura e o trabalho desenvolvido na associação, para futuras parcerias.  A visita foi acompanhada pelo presidente da Apae, Sebastião Ernani Póia, pela diretora Social, Maria Lourdes Schulenburg,  diretora Executiva da entidade, Sandra Helena de Almeida, e pela secretária Executiva da Apae, Angela Mendes Suavi. 
 
Na oportunidade, Cardoso conheceu as instalações da Clínica UniDuniTê e os serviços disponibilizados, como o Teste do Pezinho e o Teste da Orelhinha para crianças nascidas em Brusque, Guabiruba e Botuverá, bem como o atendimento especializado na prevenção de deficiências, através da estimulação precoce, que chega a quase dois mil atendimentos por ano.
 
O Centro de Convivência Ruth de Sá, também foi apresentado ao diretor do Senai. No local, que é destinado aos usuários em fase de envelhecimento, foram apresentados os alunos e algumas atividades ocupacionais e de lazer que são realizadas e estimulam a qualidade de vida. Por fim, Cardoso conheceu o Centro Educacional e Profissionalizante Santa Inês (ISI), e os trabalhos da instituição realizados com os adultos e adolescentes da entidade, como as oficinas protegidas de tapeçaria, papel reciclado, iniciação para o mercado de trabalho e pré-qualificação profissional, que têm como objetivo implementar as políticas de inclusão e é destinada aos jovens com deficiência mental a partir dos 14 anos. 
 
“O Senai pode contribuir muito com a questão social e melhorar algumas oficinas da Apae. É o inicio de um trabalho que podemos avançar, juntos. Avaliamos a estrutura da Apae, os laboratórios, oficinas, conversamos com alunos, professores, e vimos que Senai pode contribuir de forma significativa, facilitando a vida de todo a equipe pedagógica da Apae e também dos próprios alunos, fazendo com que os usuários da entidade possam estar cada vez mais capacitados para se inserirem no mercado de trabalho e na sociedade de modo geral”, frisou. 
 
Para o presidente da Apae, Sebastião Ernani Póia, a visita foi o primeiro passo para um grande projeto, que irá contribuir para o desenvolvimento dos alunos da entidade, bem como auxiliar os estudantes do Senai a colocar projetos em prática. “Temos certeza que isso dará grandes frutos para a Apae. O nosso objetivo é poder agregar a tecnologia que eles têm naquilo que é possível na Apae. Foi mais que esperávamos e temos certeza que o diretor, com tudo que viu em nossa instituição, trará boas ideias e bons projetos para nós”, completou. 
 
Saiba Mais
 
Fundada em 14 de setembro de 1955, é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado pelo nascimento de Pierre Moritz, filho de Ruth e Carlos Moritz. Em 2015, quando a entidade completa 60 anos, Pierre ainda é um dos seus alunos e, com ele, mais 270 estudantes. Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação. 
Dúvidas ou Sugestões