Readequação é para todas as modalidades

Durante o início deste ano, a Fundação Municipal de Esportes de Brusque está conversando com todas as modalidades que representam Brusque em competições para negociar o apoio financeiro, principalmente a quem participou dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), além de outras modalidades de destaque da cidade.

Uma das negociações mais complicadas foi a questão envolvendo o atletismo, bicampeão do Jasc no naipe feminino. Assim como foi com outras modalidades que já renovaram, casos de ciclismo e basquete, o atletismo também teria de passar por uma readequação financeira e estrutural, alterando o valor do repasse. Porém, a situação não agradou o técnico João Francisco Nunes.

Segundo o superintendente da FME, Deivis da Silva, o orçamento para o esporte de Brusque foi finalizado apenas no final de janeiro, o que impossibilitou conversas anteriores. Porém, até mesmo a FME teve de passar por essa readequação, o que resultou em uma nova negociação com as modalidades que representaram Brusque no Jasc em 2014.

A diferença em termos de valores é de cerca de 16% em comparação do que era repassado pela FME para o que foi oferecido ao atletismo. Porém, o treinador quer seguir recebendo o mesmo valor de 2014. Novas conversas entre a FME e João nos próximos dias devem trazer uma solução para o caso. Deivis se mostrou confiante em um acerto para a renovação.

Nos bastidores, a informação que circula é de que o treinador não quer se desfazer da equipe masculina, que conquistou algumas medalhas no Jasc, porém, não conseguiu somar pontos na classificação geral. Com a mudança no repasse, João chegou a procurar o prefeito Paulo Eccel para uma conversa sobre o tema, mas ainda não conseguiu agendar horário.

Dúvidas ou Sugestões