Assaltante condenado a 10 anos de prisão

O juiz da Vara Criminal de Brusque, Edemar Leopoldo Schlosser, condenou Anderson da Silva a 10 anos de reclusão, em regime fechado. Na tarde do dia 19 de maio passado, o marginal invadiu a casa da família do ex-vereador Valério Imhof, no bairro São Luiz, a quem agrediu covardemente antes de empreender fuga e ser capturado por socorristas do Corpo de Bombeiros..

Depois de estrangular a vítima com um cinto até que perdesse os sentidos e provocar lesões com uma faca de cozinha, o assaltante foi surpreendido por familiares da vítima no momento em que se preparava para roubar o carro de Valério. Socorristas dos bombeiros, chamados para socorrer o ex-vereador, detiveram Anderson no momento que embrenhava-se num matagal nas proximidades da residência.

Anderson da Silva (24) subtraiu um celular, um relógio de pulso e R$ 31 em dinheiro. Quando estava preso na cela da DP de Brusque, o assaltante e um comparsa dominaram o carcereiro e fugiram na noite do dia 2 de junho. Ambos foram recapturados dias depois, em São João Batista e Nova Trento, respectivamente.

Naquela cidade ele também praticou assaltos durante o período da fuga. Anderson está no Presídio Regional de Tijucas. Ele é reincidente, pois já foi condenado por seis vezes pela prática de crimes de furto.

Dúvidas ou Sugestões