Lideranças partidárias se expressam sobre Direitos Humanos

Nesta quarta-feira (10) ocorre mais uma sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Brusque. Com início às 15h30min, vários assuntos serão deliberados. E no uso da palavra reservada aos líderes partidários, Felipe Belotto (PT) citou a entrega do relatório final da Comissão Nacional da Verdade. Segundo ele, os avanços em busca da solução de enigmas dos chamados “anos de chumbo” da Ditadura Militar começaram já com o presidente tucano Fernando Henrique Cardoso (FHC), se estendendo pelos períodos do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o da atual presidente Dilma Rousseff (PT).

Já Jean Pirolla (PP) aproveitou o seu espaço na tribuna para corroborar o que disse o petista Belotto. Neste dia 10 de dezembro, lembrado como o Dia Internacional dos Direitos Humanos, o progressista ressaltou a importância de se preservar os direitos fundamentais de cada pessoa no mundo. Pirolla lembrou que o Centro Acadêmico de Direito do Centro Universitário de Brusque (Unifebe) leva, justamente, o nome de Centro Acadêmico de Direito 10 de dezembro.

O líder da situação, vereador Valmir Coelho Ludvig (PT), pediu que a casa tenha sensibilidade na questão de votar o Projeto de Lei que autoriza o Executivo a contratar empréstimo de R$ 96 milhões destinados para a execução do Plano de Mobilidade e Arrendamento Fundiário, um dos mais audaciosos projetos enviados pela atual administração ao Legislativo. “Todos vamos ganhar”, disse, solicitando que o mesmo seja votado ainda em 2014.

A líder do governo na Câmara, vereadora Marli Leandro (PT), foi na mesma linha. Ela pediu que o projeto seja votado o mais breve possível. “Está sob a nossa responsabilidade transpor essa etapa. É apenas uma etapa para que todo o processo possa dar continuidade. Ele vai precisar passar por várias outras entidades, como o Senado, a Secretaria do Tesouro Nacional (…) então gostaria de ressaltar que possamos colocar na pauta e votar esse projeto”. Segundo ela, já existe o apelo de várias entidades patronais e trabalhadoras para que a matéria seja deliberada de maneira rápida. Marli também lembrou o dia 10 de dezembro, com a data mundial comemorada.

Publicado por Lana Martins

Dúvidas ou Sugestões