Polícia suspende 57 CNHs em Brusque

O relatório do setor de Imposição de Penalidades da Delegacia Regional de Polícia Civil mostra que, em junho, 57 condutores de veículos tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por diferentes infrações. As mais comuns foram embriaguez ao volante, dirigir moto sem capacete, manobra perigosa, malabarismo e passageiro de moto sem capacete. Estão sob apreciação 80 processos administrativos de suspensão do direito de dirigir.

Dentre as 450 irregularidades registradas no Detran, a circulação de veículos com documentação atrasada domina 23,33% das infrações. Foram 105 casos registrados entre 31 de maio e 30 de junho. Na seqüência aparecem o estacionamento irregular (92 caos), veículo não registrado ou licenciado (30), dirigir veículo sem CNH (22), desobedecer ordem de parada e avançar sinal vermelho (15), entregar veículo a pessoa não habilitada e CNH vencida há mais de 30 dias (14), e dirigir sob efeito de álcool ou droga ilícita (13).

No Ciretran, os registros de junho mostram que foram feitos 442 registros de novos veículos, 1.282 transferências de titularidades e 2.350 licenciamentos anuais. No setor de CNHs, há o registro de 438 novas habilitações, 12 reabilitações, 45 segundas vias, 1.051 renovações de exames, 54 adições de categoria e 31 mudanças de categoria. CNHs definitivas foram 323, somente em junho deste ano.

Dúvidas ou Sugestões