Trânsito: 14 mortes em seis meses

A nova lei de tolerância zero para os motoristas que forem pegos dirigindo com qualquer teor de álcool no sangue, tem causado discussões e dúvidas. Na manhã desta quarta-feira (2), o tenente Otávio, do departamento de trânsito da Polícia Militar, esteve no programa Agito Geral para comentar e orientar os ouvintes da Rádio Cidade sobre os detalhes da nova legislação.
De acordo com o tenente, em Brusque índices de até 0,10mg de álcool no ar expelido pelos testes de bafômetro estão sendo tolerados. Acima deste valor é aplicada a multa de R$ 955. E, acima de 0,30mg é aplicada uma multa, a CNH fica retida por um ano e o condutor é detido.
Com base em relatório de trânsito produzido pela Polícia Militar, em 2008 foram registrados 935 acidentes nas ruas de Brusque, vitimando fatalmente 14 pessoas. Ainda de acordo com o relatório 63 condutores apresentaram embriaguez após teste do bafômetro. Em 2007 o mesmo relatório apontou 936 acidentes. Ou seja, não houve um aumento significativo. Para o militar, esses números poderiam ser melhores. “Podemos dizer que estamos no lucro”, destacou.
No mês de junho, Brusque teve registro de um acidente fatal no trânsito. A expectativa é de que o número de acidentes caia, uma vez que as pessoas estão começando a se conscientizar e a se preocupar com as punições previstas na nova lei. “Vamos ser conscientes, porque não somos gatos e nem temos sete vidas” encerrou o tenente.

Dúvidas ou Sugestões