Acordo impede torcidas de entrarem uniformizadas

Um acordo assinado nesta terça-feira (14) entre Ministério Público de Santa Catarina, Federação Catarinense de Futebol e Polícia Militar impedirá cinco torcidas organizadas catarinenses de entrarem uniformizadas em qualquer estádio de qualquer campeonato país afora.

Gaviões Alvinegros (Figueirense), Mancha Azul (Avaí), União Tricolor (Joinville), Fúria Marcilista (Marcílio Dias) e Força Independente (Brusque) não poderão entrar nos estádios com camisas, bandeiras ou faixas que façam referência às torcidas organizadas. A causa da medida foi os vários envolvimentos de integrantes dessas torcidas em confusões nos campeonatos brasileiro e catarinense.

Como não disputará a Série A do Catarinense em 2015, a punição para a Torcida Força Independente, do Brusque Futebol Clube, valerá por dois meses a partir do início da Série B do estadual. Já as outras quatro torcidas estão impedidas de entrar em qualquer estádio desde a assinatura do acordo até o final da Série A do Catarinense 2015.

Em 2008, foi celebrado Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre os órgãos públicos e clubes participantes do Campeonato Catarinense de Futebol, estabelecendo que a torcida organizada que promovesse tumulto ou atos de violência ficaria impedida de ingressar nos estádios de futebol pelo prazo de três meses a um ano, nos termos do que disciplina a Lei Federal n. 10.671/2003 (Estatuto de Defesa do Torcedor).

Dúvidas ou Sugestões

Em pauta: Refis e proibição de vereador assumir cargo no executivo

A Câmara Municipal de Brusque realiza sessão ordinária nesta terça-feira (23) a partir das 17h. Na Ordem do Dia, os vereadores devem apreciar dois projetos que vem tramitando na casa.  O primeiro trata sobre o programa de Recuperação Fiscal do município, o Refis, que terá discussão e votação única. Na última sessão no dia 16 de maio, o projeto de autoria do executivo estava na ordem do dia,...
Continuar lendo...

Casal sequestrador é condenado

O casal envolvido no sequestro do menino Ângelo Antônio, filho de empresários do município de Ilhota, foi julgado e condenado pela justiça de Gaspar. Rosicleide Rodrigues (34) terá que pagar 20 anos de reclusão, enquanto Peterson William da Silva Machado (31) foi condenado a 34 anos, dois meses e 20 dias. Ambos devem cumprir a pena em regime fechado. O julgamento ocorreu na quarta-feira (8) e quem liberou a sentença...
Continuar lendo...

Bandidos levam R$ 54 mil em assalto no Centro de Brusque

Depois de uma quinta-feira (4) agitada na área da segurança pública, a sexta-feira (5) já iniciou do jeito que o dia anterior terminou. Um assalto a uma obra em construção na Rua Riachuelo, no Centro, em Brusque, rendeu R$ 54 mil para dois bandidos que efetuaram o crime. O fato ocorreu por volta de 7h50min, sendo que a quantia era destinada ao pagamento dos trabalhadores da obra. De acordo com o empreiteiro da construção, os criminosos...
Continuar lendo...