Clima tenso na Câmara guabirubense

Plenário lotado, prefeito e demais integrantes do alto escalão da Prefeitura presente e muita polêmica. Foi como era esperado que fosse a sessão desta terça-feira (23) da Câmara de Vereadores de Guabiruba. O assunto central das discussões foi, novamente, a aquisição de um terreno no Bairro Imigrantes, o qual denúncias levantadas pela oposição governista davam conta de que teria sido superfaturado, na ocasião de sua compra pelo Executivo e, além disso, alvo de crimes ambientais, já que uma nascente presente no local teria sido destruída.

Quem utilizou brevemente da inscrição da palavra foi o diretor do Observatório Social de Brusque e Região (OSBr), Evandro Gevaerd. Durante seu discurso, reiterou que o órgão não governamental acompanhou a compra de perto. Porém, admitiu que não prestou atenção na questão ambiental, atentando, tão somente, para a questão do preço, que pareceu justo ao órgão.

O segundo a falar foi o prefeito Matias Kohler (PP). Ele se defendeu das colocações referentes ao caso, afirmando praticamente o que já falou à reportagem da Rádio Cidade há alguns dias, de que tudo foi feito dentro da legalidade, que em nenhum momento tentou esconder nada sobre a transação e que os vereadores acompanharam-na, ou poderiam ter o feito, de perto. “Bem na falta de respeito”, definiu a atitude dos oposicionistas, que levantaram as denúncias contra ele.

Cristiano Kormann (PP) defendeu veemente o prefeito guabirubense, dizendo que os vereadores de oposição parecem fechar o ouvido para todas as explicações dadas pela Prefeitura ao fato levantado por eles. “O prefeito fez uma bela explanação sobre o terreno e não restou dúvidas de que tudo foi feito na normalidade. A oposição nos trata com desrespeito, assim como quando eram governo. Eles tem o único objetivo de que esses assuntos saiam nos veículos de comunicação para difamar o prefeito nessas situações”, ressalta.

Quem continua irredutível quanto à opinião é o vereador peemedebista Jaime Luis Nuss. Em entrevista à Rádio Cidade, ele reiterou tudo que já disse em outras sessões. “O prefeito nos dá motivos, nos traz as situações, adquire um terreno supervalorizado em pouco espaço de tempo. A licença ambiental não está assinada. Então, são várias situações em que o prefeito municia a oposição. Enquanto isso estiver acontecendo, vamos continuar trazendo os fatos para esta casa”, finaliza.

Nepotismo

O assunto da nomeação da esposa de Matias Kohler, Patrícia Heiderscheidt, como secretária de Saúde, voltou a figurar nos holofotes do Legislativo. Alvo de denúncias do crime de nepotismo, o prefeito, durante sua fala na tribuna, deixou claro que procurou assessoria jurídica para saber se podia ou não indicar sua mulher para o cargo. Foi quando soube que, como trata-se de cargo de agente político, poderia proceder indicando quem bem entendesse. Perguntado se o ato, apesar de ser legal juridicamente, não seria imoral, Kohler foi enfático: “porque é imoral? Nomear alguém que tenha capacidade para função é imoralidade? Ou seria imoralidade ou deixaria de ser se a pessoa fosse coligada a qualquer outro partido? Nós consultamos e tivemos amparo para agir com cautela e segurança”, afirma.

Já Nuss, durante a entrevista, declarou que tratava-se de nepotismo “e ponto”. Visão compartilhada por seus correligionários, a não ser Osmar Vicentini, que não se manifestou uma vez sequer durante toda a polêmica.

Ordem do dia

Foi baixado para as comissões finais o projeto de lei nº 25/2014, que dispõe sobre o pagamento de produtividade para profissionais das equipes da Estratégia Saúde da Família contratualizados ao incentivo PMAQ.

A próxima sessão ocorrerá no dia 7 de outubro de 2014.

 

Dúvidas ou Sugestões

Mulher é agredida e tem objetos roubados por dupla

Por volta das 20h de terça-feira (7), a Polícia Militar foi acionada para atender a um roubo que aconteceu na rua Edgar Von Buettner, no bairro Bateas. De acordo com as informações do relatório de ocorrências, uma mulher de 26 anos afirmou que foi abordada por dois homens em uma Honda Biz vermelha. A dupla a agrediu e roubou sua mochila, que tinha documentos pessoais e objetos diversos. Os homens fugiram do local após subtrair os objetos....
Continuar lendo...

Julgamento do recurso foi retirado da pauta

  Foi retirada da pauta na sessão desta terça-feira (16), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o julgamento e análise dos recursos do ex-prefeito Paulo Eccel contra a sentença do TSE que determinou o afastamento de Paulo Eccel, e seu vice Evandro de Farias. Nossa reportagem tentou falar com Eccel pelo telefone, mas não tivemos sucesso. A dúvida principal: Qual o motivo que levou o TSE a mais uma vez tirar da pauta de análise os...
Continuar lendo...

Duas empresas vão oferecer produtos sem impostos em Brusque

Duas empresas de Brusque participam, nesta quinta-feira (2), do Dia da Liberdade do Imposto (DLI). Elas vão oferecer serviços sem a carga tributária que normalmente é cobrada ao adquirir os produtos no Brasil. Além do Posto de combustíveis Havan, que participa desde a implantação do projeto, a Conquista Odontologia também deve contribuir para o DLI da cidade. Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem...
Continuar lendo...