"Brusque ostenta, hoje, índices admiráveis"

O governador em exercício de Santa Catarina, desembargador Nelson Schaefer Martins, esteve em Brusque na noite deste domingo (21) e participou da abertura da XVII Conferência Estadual dos Advogados, que acontece no Pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof. Na oportunidade, ele falou com a Rádio Cidade sobre a importância do evento e por ser o presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), também comentou sobre as ações do órgão do Judiciário no município de Brusque.

Schaefer disse que o congresso dos advogados deve encaminhar uma série de diretrizes que são de interesse de toda a sociedade. “Serão tratados temas de altíssima relevância, como a moralidade pública, meio ambiente, as relações de família, sistema tributário, métodos alternativos de solução de conflitos, o processo do futuro. Enfim, temas variados, mas com repercussão na vida de cada um”, enfatizou.

Como governador em exercício, o desembargador deixou à população brusquense uma mensagem de confiança, esperança e otimismo. Ele disse que Brusque ponteia como uma das cidades mais desenvolvidas de Santa Catarina. “Estado esse que é líder em qualidade de vida e de desenvolvimento humano no nosso país. Brusque ostenta, hoje, índices admiráveis de emprego, de desenvolvimento, de educação e isso nós queremos que repercuta em todos os recantos de nosso estado”, disse o governador.

Na condição de presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Nelson Schaefer Martins comentou sobre o projeto Lar Legal, que, recentemente, contemplou a população do loteamento Cyro Gevaerd. Ele disse que Brusque foi uma das pioneiras neste projeto desenvolvido pelo TJSC e que deve ser estendido a outros municípios catarinenses.

“Para nós, só por esse resultado nós já poderemos dizer que a nossa gestão frente a presidência do Tribunal de Justiça está valendo a pena, mas temos também outras iniciativas voltadas à informática, ao acesso à justiça nos mais destacados segmentos como a política de proteção contra a violência à mulher, a política de proteção ao idoso e à criança. Enfim, são várias as iniciativas que o Tribunal de Justiça tem buscado no sentido de aplicar as políticas públicas adequadas e contribuir para o desenvolvimento e para a felicidade do nosso povo”, concluiu.   

 

 

Dúvidas ou Sugestões