Assaltantes presos em flagrante

Dois homens que por volta de 12h15min invadiram e assaltaram o escritório da empresa Coletivos Santa Terezinha, foram presos pela Polícia Militar. Portando um revólver calibre 38, Osmair da Silva (30) natural de Imbituba (SC) e Claudiney Martins de Souza (30), natural de Campo Mourão (PR)  invadiram a empresa e levaram R$ 78 mil, sendo R$ 68.243,59 em cheque e R$ 10 mil em dinheiro, além de uma grande quantia em vale-transportes. Com o alarme, os bandidos se embrenharam no morro frente à sede da empresa, sendo detidos poucos minutos depois por policiais militares.
Osmair foi o primeiro a ser pego e não teve nenhuma manifestação de resistência. Ele foi flagrado com a arma e a sacola com o dinheiro do assalto, por agentes do Serviço Secreto da PM, quando já estava na rua 7 de setembro. Minutos depois foi a vez de Claudiney ,que estava escondido no mato, e que também não resistiu à prisão. Os assaltantes foram encaminhados à Delegacia de Polícia para lavratura do flagrante.
De acordo com o sargento Edenilson, Claudiney tem passagem no Paraná por homicídio e Osmair por porte ilegal de arma. Dirigentes da empresa se negaram a falar com a imprensa, que acompanhou todos os passos da operação. O coordenador do COPOM, soldado Magnus, aventou a possibilidade da participação de um terceiro elemento no assalto. Por conta disso, a PM fez uma “Operação Varredura”  nas casas de tolerância às margens da rodovia Gentil Archer.

Dúvidas ou Sugestões