Papai Noel pela primeira vez

Com pais agricultores, nascido em Cerro Largo (RS), morando em Brusque há oito anos, e agora, pela primeira vez como profissional, ele é um dos papais noéis do município. Irineu Roque Theobald (63) trabalha na manutenção do Shopping Gracher há mais de sete anos e como foi solicitado pelos lojistas, vai ser o bom velhinho oficial nesta temporada.

Ele conta que quando era mais novo sempre fazia o papel junto às crianças. “Ainda no Rio Grande do Sul, a gente fazia um papai Noel grosseiro, mais velho, improvisado”.

Theobald relata que quando fazia o bom velhinho, no interior de sua cidade natal, os pais pediam para que a figura natalina fosse de um jeito educativo. Ou seja, para que as crianças acreditassem que ele estava de olho nas ações deles durante todo o ano e, se fosse o caso, não obedecessem, não receberiam presente. “Hoje, parece que já tem que dizer quem é o papai Noel quando nascem”.

No ano passado, Irineu ajudou como um chamado papai Noel de mentirinha, participando apenas do desfile de Natal. Para ele, a experiência foi ótima devido à aceitação das crianças. E agora, como o oficial, ele está bem empolgado com a experiência. Para este ano, espera que as crianças vão até ele para solicitar os pedidos e, ainda, muitas balas.

O tempo de Natal é um período mágico, onde a música e as luzes aparecem constantemente, dando o ar de esperança e alegria, tudo de bom ao mesmo tempo. “O Natal é um momento de bastante emoção, bem família, onde todos se reúnem, é uma coisa bem abençoada”, resume ele.

Dúvidas ou Sugestões