Resumo dos fatos na Segurança Pública

Assalto - No início da tarde de ontem (7), um homem magro, de cabelos castanhos e aparentando ter entre 25 e 28 anos, foi até a loja Vielle na rua Arno Gracher, no Centro, e anunciou o assalto. A funcionária inicialmente achou que era brincadeira. O sujeito anunciou pela segunda vez o assalto e foi até a caixa registradora, de onde tirou 109 reais. Ele ainda levou um celular Sony-Ericson. Assalto 2 - Um outro assalto, ocorrido no domingo (4) mas registrado somente ontem (7) na DP, foi na loja da Viki Vídeo Locadora da avenida Otto Renaux.Um elemento já identificado no B.O. e que tem 30 anos, entrou às 2h30min na loja com mais um outro elemento, este ainda desconhecido, e anunciaram o assalto. O funcionário foi trancado no banheiro enquanto os bandidos levavam 230 reais do caixa e mais R$ 118 em cartões telefônicos. Seqüestro, pedofilia ou namoro? - Na terça-feira (6) um homem de 47 anos de idade, morador da Limeira, registrou na Delegacia de Polícia que na manhã daquele dia deixou sua filha de 15 anos na escola onde estuda à noite, naquele mesmo bairro, e em seguida retornou para casa. Após alguns minutos, ele recebeu uma ligação da professora dizendo que a filha não estava na sala de aula. O pai então foi até a escola e constatou que a filha realmente não estava lá. O homem ficou esperando. Lá pela tantas chega um carro dirigido por um tal Patrício, de 26 anos de idade, com a menina. Quando o motorista avistou o pai da menina, saiu em alta velocidade. O pai ainda correu atrás de carro, mas não encontrou conseguiu alcançá-lo. No dia seguinte, era 8 horas da manhã quando a filha chegou em casa. Ela estava machucada com lesões da perna e arranhões no rosto. A moça disse que teve que se jogar do carro do rapaz que estava com ela naquela noite e que dormiu na casa do irmão.  
    
Dúvidas ou Sugestões