Deprecated: strlen(): Passing null to parameter #1 ($string) of type string is deprecated in /home/radiocidade/public_html/home_1/framework/class/Noticia.class.php on line 79
Espetáculo em duas sessões no Cescb

Espetáculo em duas sessões no Cescb

A peça Tarja Preta trata, com humor e sensibilidade, o drama de uma mulher que vive a base de comprimidos, álcool de drogas. Baseada no conto Serial Killer, de Adriana Falcão, o espetáculo reúne duas grandes revelações da telinha, a atriz Letícia Isnard, que viveu a irreverente Ivana, na novela Avenida Brasil e que agora interpreta a trambiqueira Brenda, em Sangue Bom e o ator Érico Brás, o Jurandir da série: Tapas & Beijos, ambos da Globo. Érico também está em cartaz no cinema com o filme, O Concurso onde interpreta um travesti.

O espetáculo será apresentado pela primeira vez em Santa Catarina, durante a Temporada de Teatro do Cescb, em Brusque.
Devido a mudanças no cronograma de gravações da Globo, o ator Érico Brás não poderia estar presente na quarta-feira (14), conforme divulgado anteriormente, portanto a coordenação do 1º edital de teatro, juntamente com a produção dos atores, definiu por apresentar o espetáculo em duas sessões.

Desta maneira, a peça tarja preta, será encenada no dia 13 de agosto, às 19h30min e às 21h, no tetaro do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque. Os ingressos já estão à venda na recepção do Cescb por R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia entrada). Os ingressos já adquiridos para o dia 14, valem para a segunda sessão de terça-feira, caso as pessoas queiram trocar de horário, devem se dirigir á recepção do Cescb.

Tarja Preta apresenta um diálogo cômico entre uma viciada em remédios e o seu próprio cérebro, que a censura frequentemente, reclamando dos efeitos a que é submetido. Além dos remédios tarja preta, sem os quais não consegue viver, ela também abusa do álcool e das drogas, prejudicando de forma drástica o funcionamento do seu cérebro. O resultado promete arrancar muitas risadas da platéia.

O texto que poderia ser encarado como depressivo, é divertido e delicado, segundo os atores. Sua protagonista é ansiosa, transgressiva, um pouco louca e profundamente humana. De certa forma, ela se orgulha do vício, mergulhando destemidamente em sua onda química e inventando uma espécie de paraíso artificial para viver.

O espetáculo faz parte da temporada de teatro do Cescb, que começou em junho e segue até o dia 20 de novembro.

Dúvidas ou Sugestões